Rush: informações úteis sobre shows no Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cleyton Lutz, Fonte: Time For Fun
Enviar correções  |  Ver Acessos

O power-trio canadense RUSH retorna ao Brasil para dois shows, muito aguardados pelos fãs da banda, depois de oito anos. Aqui estão reunidas algumas informações importantes para quem pretende assistir as apresentações da banda.

Rush: e se Lars Ulrich fosse o baterista em "Tom Sawyer"?Morbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

São Paulo

Data/local: 08/10 (sexta-feira)/Estádio do Morumbi

Abertura dos portões: 17 horas

Início do show: 21h30

Duração aproximada (segundo a organização): duas horas

Censura: menores de 12 anos estão proibidos; de 12 a 15 anos será permitida a entrada desde que acompanhados dos pais ou responsáveis legais; a partir de 16 anos é permitida a entrada mesmo desacompanhados

Uso de máquinas fotográficas: sim, desde que não sejam profissionais

Uso de filmadoras: proibido

Banda de abertura: não

Acesso para deficientes: sim

Informações sobre o acesso ao Morumbi: disponível em http://www.cetsp.com.br/internew/informativo/eventos/showMorumbi/index.htm

Mapa de assentos:
http://187.61.62.85/shwMapaDetail.cfm?mapa=1&localID=69

Endereço: Praça Roberto Gomes Pedrosa, São Paulo (SP)

Ingressos: disponíveis em www.ticketsforfun.com.br ou pelo telefone 4003-0696 ou ainda no Credicard Hall e lojas credenciadas pela TicketMaster

Outras informações sobre os ingressos: os setores cadeira superior azul Premium, arquibancada azul e arquibancada laranja se encontram esgotados

Rio de Janeiro

Data/local: 10/10 (domingo)/Praça da Apoteose

Abertura dos portões: 17 horas

Início do show: 20 horas

Duração aproximada (segundo a organização): duas horas

Censura: menores de 12 anos estão proibidos; de 12 a 15 anos será permitida a entrada desde que acompanhados dos pais ou responsáveis legais; a partir de 16 anos é permitida a entrada mesmo desacompanhados

Uso de máquinas fotográficas: sim, desde que não sejam profissionais

Uso de filmadoras: proibido

Banda de abertura: não

Acesso para deficientes: sim

Endereço: Rua Marques de Sapucaí , sem número, centro, Rio de Janeiro (RJ)

Ingressos: disponíveis em www.ticketsforfun.com.br ou pelo telefone 4003-0696 ou ainda no Citibank Hall e lojas credenciadas pela TicketMaster

Outras informações sobre os ingressos: todos os setores encontram-se disponíveis.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rush"


Rush: e se Lars Ulrich fosse o baterista em Tom Sawyer?Rush
E se Lars Ulrich fosse o baterista em "Tom Sawyer"?

Rush: Geddy Lee não está pronto para escrever biografiaRush
Geddy Lee não está pronto para escrever biografia

Rush e AC/DC: poucos sabem as verdadeiras formações originaisRush e AC/DC
Poucos sabem as verdadeiras formações originais

Instrumental: dicas de hoje, tributo ao Rush e fusion 80s

Rush: A busca por um timbre é o objetivo de todo guitarristaRush
"A busca por um timbre é o objetivo de todo guitarrista"

Rush: A emblemática Closer to the HeartRush
A emblemática "Closer to the Heart"

Kiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famososKiss
15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos


Morbid Angel: banda satânica, eu jamais voltaria, diz SandovalMorbid Angel
"banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1989


Sobre Cleyton Lutz

Estudante de Jornalismo, mora em Guarapuava, PR. Adora escrever sobre futebol e rock 'n' roll. Sobre música, adora o Hardão Setentista (Grand Funk, Uriah Heep, Deep Purple, Led Zeppelin) e o progressivo (Yes, Jethro Tull, Focus). Para música acha que nasceu pelo menos uns 30 anos atrasado. Das bandas atuais gosta de White Stripes, Wolfmother e Hellacopters. Mas sua paixão é o som trascendental do Pink Floyd. Os seus grandes sonhos são ver ao vivo uma reunião dos quatro novamente, como ocorreu no Live 8, além de comprar uma moto com a primeiro dinheiro que ganhar com o jornalismo.

Mais matérias de Cleyton Lutz no Whiplash.Net.

adGoo336