RPM: novo álbum influenciado por Killers, Blur e Muse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Nascimento, Fonte: Visto Livre
Enviar correções  |  Ver Acessos

Luiz Schiavon, tecladista do RPM, revelou ao site Visto Livre que o CD de inéditas que a banda prepara (e previsto para ser lançado em maio próximo), está na fase de composição de músicas e início da elaboração de arranjos. O tecladista completou e disse: "Colocaremos guitarras pesadas, bateria precisa, elementos eletrônicos e outros atributos tradicionais da nossa sonoridade. Mas o som não será oitentista".

Ozzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Ainda sobre a sonoridade desse CD de inéditas, que será o primeiro desde "Quatro Coiotes" de 1988 e marcará a retomada da carreira da banda, o vocalista e baixista PAULO RICARDO revelou que a banda terá um "update" na sonoridade e resumiu a situação: "Já temos uma sonoridade que é reconhecível logo nos primeiros 10 segundos de música. Mas vamos nos atualizar. Continuaremos sendo uma banda que não economizará com a inserção de teclados. O nosso som novo beberá em fontes como The Killers, Muse e Blur".

Sobre uma polêmica recente, que foi gerada após uma declaração de Paulo Ricardo sobre a carreira solo do guitarrista Fernando Deluqui num programa de rádio em 2010 e que gerou um mal estar entre ambos, pois o vocalista fez críticas à carreira solo e a intenção do guitarrista em cantar algumas músicas num retorno da banda e ter creditado esse fato como o rompimento do RPM nos anos oitenta. Em relação a isso, Schiavon afirmou que a carreira solo do guitarrista é respeitável e coerente com suas inflências, mas o RPM tem "uma estética muito clara e diferente disso" e citou exemplos do que seria Deluqui a cantando na banda: "Colocar o Nando para cantar é a mesma coisa que esperar que o Charlie Watts assuma os vocais dos Stones. Ou querer que o goleiro Felix jogasse na linha na seleção de 1970".

O tecladista ainda afirmou que essa volta da banda não será temporária, pois o plano anteriormente dos membros manterem uma carreira solo em paralelo foi deixado de lado e uma nova pausa, segundo Schiavon, seria para daqui a quatro ou cinco anos - período onde cada um ia fazer seus trabalhos solos e projetos pessoais.

A entrevista na íntegra pode ser lida no link abaixo:
http://www.vistolivre.com/index.php/secoes/entretenimento/mu...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "RPM"


Paulo Ricardo: não é só guitarra e roupinha, tem que ter conteúdoPaulo Ricardo
Não é só guitarra e roupinha, tem que ter conteúdo

Paulo Ricardo: falas sobre politicamente correto no Encontro polemizamPaulo Ricardo
Falas sobre "politicamente correto" no "Encontro" polemizam


Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio


Sobre André Nascimento

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de André Nascimento no Whiplash.Net.

adGooILQ