Joe Bonamassa: novo álbum solo conta com Glenn Hughes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do BLACK COUNTRY COMMUNION, Joe Bonamassa, vai lançar seu 12º álbum solo, "Dust Bowl", na Europa em 21 de março e nos EUA em 22 de março. O álbum será promovido da turnê mundial de Bonamassa que está por vir em 2011, "Dust Bowl" que terá lugar nos Estados Unidos, Canadá, Europa, Ásia e Australia.

Iron Maiden: As 5 músicas mais fracas da carreira da bandaHumor: Você sabe que o rock está moderninho quando...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A Provogue Records anunciou que uma edição limitada em formato digibook do "Dust Bowl" será lançada na Europa juntamente com o CD padrão e edições em vinil do mesmo álbum.

Essa incrível edição limitada de tiragem única incluirá um digibook abrangente de 8.000 palavras e 60 páginas que traz a crônica da fascinante ascensão de Bonamassa em popularidade como um dos mais emocionantes guitarristas de blues de todos os tempos. Escrito com paixão e autoridade por Henry Yates (correspondente para a Classic Rock, Total Guitar e Guitarist), o livro também traz fotografias raras e inéditas da infância de Joe e de sua transição para um guitarrista profissional.

"Dust Bowl" é o nono lançamento de estúdio de Bonamassa pela Provogue Records na Europa e por seu selo J&R Adventures (que ele criou com o produtor de longa data Roy Weisman) nos EUA e sua sexta colaboração com o produtor do "Dust Bowl" Kevin "Caveman" Shirley (LED ZEPPELIN, AEROSMITH, BLACK CROWES, BLACK COUNTRY COMMUNION).

Shirley recentemente produziu o lançamento de 2010 de Bonamassa, "Black Rock", que entrou na tabela de álbuns do Reino Unido na 14ª posição e o auto-intitulado álbum de estréia do BLACK COUNTRY COMMUNION de 2010, o supergrupo anglo-americano comandado por Bonamassa com Glenn Hughes (DEEP PURPLE, BLACK SABBATH), Jason Bonham (LED ZEPPELIN, FOREIGNER) e Derek Sherinian (BILLY IDOL, DREAM THEATER).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gravado em sessões no Black Rock Studios em Santorini, Grécia; Ben's Studio em Nashville, Tennessee; The Cave em Malibu, Califórnia; e The Village em Los Angeles, Califórnia; "Dust Bowl" combina os tons enérgicos, baseado no blues dos primeiros álbuns de Bonamassa com os sons fluidos, desafiadores de padrões em que ele se tornou mestre ao longo dos anos, mais uma dose de Nashville em duetos com as lendas John Hiatt e Vince Gill.

"'Dust Bowl'," Shirley explica, "é firmemente muito enraizado no blues, mas definitivamente explora os alcances mais amplos do gênero e da uma amostra da incrível virtuosidade de Joe enquanto ele entra profundo na sua psique com solos de guitarra longos e borbulhantes."

"Esse é o melhor álbum que já fizemos", acrescenta Bonamassa. "Estou encontrando mais inspiração em contar histórias nos meus 30 anos, em compor músicas que são sobre algo mais profundo do que 'meu amor me deixou'. Eu gosto de álbuns que são feitos com as intenções corretas e soam orgânicos e um pouco duros nas beiradas, como uma grande banda tocando ao vivo em um recinto, e é o que alcançamos com o 'Dust Bowl'."

Juntamente com as melhores das intenções, o "Dust Bowl" se beneficia de colaborações com o melhor de Nashville, as lendas Vince Gill e John Hiatt. Gill empresta seu estilo único na guitarra na composição conjunta de John Hiatt/John Porter "Tennessee Plates", na qual Hiatt faz dueto com Bonamassa. Gill também toca na "Sweet Rowena", uma música que ele compôs com seu freqüente parceiro de composição Pete Wasner. Arlan Scheirbaum, Beth Hart e Blondie Chaplin tocam na faixa de Michael Kamen/Tim Curry, "No Love On The Street", e Glenn Hughes canta na composição de Paul Rodgers "Heartbreaker".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Joe Bonamassa"Todas as matérias sobre "Glenn Hughes"


Glenn Hughes: A dor e a mudança são duas certezas da vidaGlenn Hughes
"A dor e a mudança são duas certezas da vida"

Glenn Hughes: por que só agora ele faz turnê tocando Deep PurpleGlenn Hughes
Por que só agora ele faz turnê tocando Deep Purple


Iron Maiden: As 5 músicas mais fracas da carreira da bandaIron Maiden
As 5 músicas mais fracas da carreira da banda

Humor: Você sabe que o rock está moderninho quando...Humor
Você sabe que o rock está moderninho quando...


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline