Matérias Mais Lidas

imagemA banda brasileira que está "pronta para o mercado internacional", segundo Regis Tadeu

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemEdu Falaschi diz que não tem vergonha de suas falas que viraram meme no DVD do "Rebirth"

imagemO rockstar por quem Max Cavalera era fanático, mas não conheceu por causa da bebida

imagemAxl Rose comenta problemas vocais e pede desculpas pelos transtornos

imagemRegis Tadeu explica a verdadeira importância da música do Metallica em "Stranger Things"

imagemFlea agradece brasileiro que teve receio de pedir foto ao encontrá-lo

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagemA opinião de Noel Gallagher sobre Kurt Cobain e o "Nevermind", do Nirvana

imagemSem efeitos ou playback: vídeo de bastidores mostra Glenn Hughes cantando muito

imagemIntegrantes do Metallica não viram a luz do dia durante gravação de "Master Of Puppets"

imagemJeff Beck conta como conheceu Jimmy Page, e o que achou do Led Zeppelin

imagemMúsicos do Metallica ouviam Kate Bush na época da gravação de "Master Of Puppets"

imagemOs 30 anos de "Images And Words", o álbum que mudou a história do Dream Theater


Stamp
Airbourne 2022

Whitesnake: se eu gozasse sorvete minha vida seria perfeita

Por Nacho Belgrande
Fonte: Radio Metal
Em 29/03/11

O site RADIO METAL publicou em 2011 uma entrevista com o líder do WHITESNAKE, David Coverdale. O trecho abaixo foi extraído da conversa:

E então, como é que você está?

"Quer saber, se eu pudesse ejacular Häägen-Dazs (tradicional marca de sorvetes da cidade de Nova Iorque), minha vida seria perfeita! (risos). No exato momento, eu tenho 59 anos de idade, prevendo meu sexagésimo aniversário em setembro, e eu vou conversar com você sobre um novo disco e me preparando para sair em turnê. Então tudo são rosas em meu jardim, obrigado! É uma boa hora para ser David Coverdale!"

Nos últimos anos, a indústria musical mudou drasticamente.

"Ah vá!?!" (risos)

Sério! Você tentou adaptar-se a isso? Se sim, foi fácil?

"Não, eu sou um tipo de espécime que parece sobreviver! O público de hard rock que apóia meu trabalho e o tem feito por quase 40 anos não é guiado por modas, que é pelo que a indústria fonográfica é conduzida. Ela está relativamente irreconhecível agora. A única vez que o Whitesnake entrou numa moda foi no lance da MTV no fim dos anos 80, o que foi extraordinariamente bem-sucedido para nós. Mas ainda assim, durante aquela época de moda, nós mantivemos substância na música. E o foco que o Whitesnake sempre teve em suas canções. Então, na verdade, ao longo de todos esses peculiares e difíceis períodos para o negócio da música, o Whitesnake está na verdade aflorando, eu fico muito feliz e orgulhoso em dizer isso. Se eu tivesse tentando dar certo da maneira que era, então daí eu estaria preocupado. Mas isso não me afeta, porque eu faço o que quero fazer. O que eu faço é usar toda essa tecnologia moderna de Twitter, Facebook, e a internet, com o Whitesnake.com. Nós recebemos 200 mil visitas por dia, de todo o mundo, inclusive de seu magnífico país, parando no web site para ver o que está rolando no admirável louco mundo do Whitesnake. Então usamos as novas ferramentas para promover o rock clássico! Pra mim é o mesmo campo de futebol; eles só têm que mudar a trave do gol de lugar. Porque eu curto marcar gols, eu só tenho que descobrir pra onde eles mudaram a trave!"

O Whitesnake sempre teve a maioria das músicas com a palavra ‘amor’ em seus títulos, ou que falam de amor…

"Sim, esse é o francês em mim! Eu desisti de lutar contra canções de amor muito tempo atrás. Eu acho que é meu destino escrever canções de amor, e com sorte, melhorar e documentar minha experiência no amor, altos e baixos e desvios! A sexualidade disso, a parte física disso, a celebração disso, o lance do coração partido... por muitos, muitos anos, eu ficarei muito bravo comigo mesmo, porque quando eu sentava para escrever uma canção, nunca era uma intenção escrever uma canção de amor. E em nove de dez vezes, é o que saía de mim. Eu fiz um acordo com Deus que eu não discutiria mais com ele sobre isso. É a coisa mais inspiradora em minha vida criar música assim. Esse ano lançamos o single ‘Love Will Set You Free’ no dia de São Valentim, e conseguimos 750 mil acessos! Então eu acho que basicamente, o Whitesnake é rock n’ romance!" (risos).

Leia a entrevista completa (em inglês) no site Radio Metal (link abaixo).

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Finlandia 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.