Matérias Mais Lidas

imagemMorre Patricia Kisser, esposa do guitarrista Andreas Kisser

imagemBruce Dickinson: ouça o teste dele para entrar no Iron Maiden

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemZakk Wylde: "Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"

imagemCantora country-pop Carrie Underwood sobe ao palco com Guns N' Roses em Londres

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMega-hits Manjados: 10 clássicos que se tornaram clichês

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagemRob Halford posa para foto ao lado de Paul Stanley

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemKirk Hammett deixa escapar que Metallica pode estar trabalhando em um novo álbum

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro


Airbourne 2022

Beady Eye: banda é muito bem recebida no show de Londres

Por Francisco Silva Júnior
Fonte: Jornal Floripa
Em 12/03/11

O site do Jornal Floripa publicou uma resenha do show da banda BEADY EYE, no último dia 09, realizado em Londres. Confira um resumo abaixo.

A banda não tocou nenhuma música do OASIS, antiga banda dos seus integrantes. Foram 14 músicas em uma hora de show. Antes de começar, e durante toda a apresentação, as cerca de 2500 pessoas que enchiam o "Troxy", no leste da cidade, gritavam "Liam, Liam" e "Beady, Beady, Beady fucking Eye". Em nenhum momento, os fãs pediram que a nova banda tocasse algo da antiga.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Liam continua o mesmo. Com uma parca verde-oliva, calça jeans e tênis branco, ainda flexiona os joelhos e joga a cabeça para trás para usar o microfone. Está com a voz melhor e mais potente que na época do fim do OASIS, mas ainda canta com as mãos para trás ou nos bolsos e alonga as sílabas tônicas. Às vezes fixa o olhar na plateia, num misto de provocação e pedido de cumplicidade.

Os demais integrantes continuam afiados e soam melhor ao vivo. Para o show, eles colocaram mais distorções nas guitarras e mais velocidade nas músicas, desde a primeira, "Four Letter Word", que as pessoas cantaram junto. Houve coro também em "The Roller", "Beatles and Stones" e em "For Anyone". Na balada "The Beat Goes On", a letra foi acompanhada com os braços para o ar. Quando o grupo tocou o rockabilly "Bring the Light", com descarada inspiração em Jerry Lee Lewis, foi a vez de a plateia pular muito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O show termina. O monossilábico Liam agradece. Está feliz. O publico não foi apenas generoso com ele. Foi amoroso e grita mais uma vez "Liam, Liam".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Francisco Silva Júnior

Francisco é natalense, casado, pai de um filho, doutor em Engenharia Elétrica e trabalha como professor da área de computação desde 2006. Seus maiores hobbies são o rock e o futebol. É corintiano fanático, colecionador de CDs e fã de muitas bandas de rock e metal, dos mais variados estilos, como Nirvana, Oasis, Muse, Pink Floyd, Iron Maiden, Metallica, Megadeth, Judas Priest e outras. Atualmente tem se interessado mais por bandas de metal extremo como Belphegor, Inquisition, Deicide, Incantation, Marduk, Dark Funeral e outras.

Mais matérias de Francisco Silva Júnior.