AC/DC: Dave Evans excluído dos show em tributo a Bon Scott

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

De acordo com o Undercover, o vocalista original do AC/DC, Dave Evans, alega que ele foi excluído da série de shows em tributo "Long Live Bon Scott" por causa de pressão da família do falecido frontman do AC/DC, Bon Scott.

Evans foi membro do AC/DC desde a criação da banda em 1973 até 1974. Após sua saída do AC/DC, Dave Evans formou a banda RABBIT, depois uma formação de Melbourne da década de 80, DAVE EVANS AND THUNDER DOWN UNDER, e finalmente DAVE EVANS AND HOT COCKEREL. Dave Evans também fez turnê solo, e em 2008 lançou o "Judgement Day" pela MGM.

publicidade

"Para mim é um insulto", disse Dave ao Undercover. "Bon deve estar se revirando no túmulo". Ele acrescenta, "Nunca tive nenhum problema com o Bon. Ele teve a oportunidade de tomar meu lugar e se tornar o vocalista do AC/DC. Eu teria feito o mesmo."

"Bon era tão roqueiro quanto eu. Eu saí de casa quando tinha 16 anos. Ele era alguns poucos anos mais velho que eu mas ficamos durões. Minha relação com o Bon não tem nada a ver com isso. Eu sempre demonstrei grande respeito ao Bon e os fãs podem confirmar isso."

publicidade

Leia mais no Undercover:
http://www.undercover.fm/news/14238-original-ac-dc-singer-da...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados

Metal contra o câncer: festival aceita cabelo como ingressoMetal contra o câncer
Festival aceita "cabelo" como ingresso


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin