Scott Weiland: coletânea de covers em álbum digital

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

O ex-frontman do VELVET REVOLVER e atualmente do STONE TEMPLE PILOTS Scott Weiland pôs à venda um álbum digital, "A Compilation Of Scott Weiland Cover Songs", através de sua loja oficial.

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da banda

Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

publicidade

O track listing do trabalho é o seguinte:

01. I Am The Resurrection (STONE ROSES)
02. Personality Crisis (NEW YORK DOLLS)
03. Frances Farmer Will Get Her Revenge On Seattle (NIRVANA)
04. Let Down (RADIOHEAD)
05. Into Your Arms (LEMONHEADS)
06. Dead Flowers (THE ROLLING STONES)
07. Waiting For Superman (THE FLAMING LIPS)
08. Revolution (The Beatles; recorded by STONE TEMPLE PILOTS in 2001)
09. But Not Tonight (DEPECHE MODE)
10. Reel Around The Fountain (THE SMITHS)
11. Fame (DAVID BOWIE)
12. Jean Genie (DAVID BOWIE)

A autobiografia de Scott Weiland, "Not Dead & Not For Sale", foi lançada em 17 de maio pela editora Scribner da Simon & Schuster. O vocalista trabalhou no projeto conjuntamente com David Ritz, o compositor da letra de "Sexual Healing" que co-escreveu autobiografias de celebridades como Marvin Gaye, Aretha Franklin, Ray Charles e mais recentemente Don Rickles.

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda

Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o NoisecreepVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin