Matérias Mais Lidas

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemFãs não perdoam e reclamam da bateria de Lars Ulrich em novo single do Metallica

imagemMotörhead lança a música inédita "Bullet In Your Brain"; ouça aqui

imagemMorre, aos 79 anos, Christine McVie, integrante do Fleetwood Mac

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemO clássico do Rock Brasileiro com erro gramatical que foi parar em curso pré-vestibular

imagemCharlie Benante não sabia de tour do Metallica com o Pantera

imagemA importância da ex-esposa de James Hetfield em sua luta contra o alcoolismo

imagemTim Ripper Owens diz que nunca voltaria ao Iced Earth

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemA incrível canção do "Black Album" que James Hetfield tocou anos antes em São Paulo

imagemO álbum clássico do Rush que Rafael Bittencourt não gostava nada

imagemMetallica: e se "Lux Aeterna" estivesse no "... And Justice For All"?

imagemKirk Hammett sobre o Metallica: "Masculinidade tóxica alimentou essa banda"


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Não se engane: o vinil ainda caminha para o cemitério

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Postado em 03 de agosto de 2011

Por Paul Resnikoff, traduzido por Nacho Belgrande.

A versão simples da história é que a crescente demanda por discos de vinil irá resultar em mais capacidade para atender a tal demanda. Com certeza isso faz sentido a longo prazo, ainda que, neste exato momento, tal conclusão seja simplista demais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para começar, há muitas questões pendentes quanto à produção e expansão em torno da recente explosão do vinil, incluindo uma forte suspeita entre as fábricas de discos que isso seja apenas uma moda. E quando o assunto é capacidade, há um limite a se considerar. "O que muitas pessoas não entendem é que as vendas de vinil vão brecar antes de acelerar," disse Nick Mango da Limited Pressing, especificamente parte de uma recente discussão em torno da adulação de Lyor Cohen pelo material. "Há somente um certo número de unidades de prensagem no planeta. Ninguém está fabricando novas prensas. Dentro de muito em breve, as fábricas irão atingir sua plena capacidade e o vinil se tornará progressivamente difícil de ser prensado."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O problema cerca o apelo ainda restrito a nichos do vinil, e algumas estatísticas interpretativamente equivocadas de crescimento. Em termos de crescimento, as porcentagens parecem maiores porque o número base de LPs comprados ainda é relativamente baixo. Mas comparado ao montante total de compras de discos, tanto físicos como digitais, a porcentagem de vinil permanece muito pequena.

O que quer dizer que os volumes ainda não estão convencendo investidores ou fábricas a comprometerem capital em maior capacidade de prensagem. E isso poderia criar um problema de produção – e até aumento nos preços a curto prazo – num futuro próximo. "Uma vez que isso ocorrer, as vendas se estabilizarão, os preços para se prensar um disco são subir, e daí quem sabe as pessoas irão se arriscar e tentar pagar para terem novas prensas construídas," continuou Mango.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas isso seria presumir que tudo isso seja mais do que uma moda – e quem está pronto para apostar dinheiro nisso? "Lyor pode estar certo, e isso é como os artistas querem que seus fãs ouçam a música, mas não quer dizer que as vendas subirão. Trata-se da capacidade da indústria de prensagem de vinil atingindo supersaturação num futuro próximo, e daí ou os proprietários terão confiança no futuro do vinil ou continuarão a pensar que é apenas uma moda, como eles pensam agora."

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Queen - Perguntas e Respostas

The Voice: candidato faz power metal cantado em português


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.