Dark Funeral: entrevista e vídeo para América do Sul

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Reginaldo Pedro, Fonte: Estranho Discos
Enviar Correções  

O Estranho Discos entrevistou Lord Ahriman, do DARK FUNERAL:

Como foi a turnê de vocês aqui no Brasil em 2006? E o que você espera da turnê em 2011?

Lord Ahriman: Foi totalmente insano, mas ao mesmo tempo absolutamente fantástico! Com a turnê anterior ainda fresca na minha mente, eu estou totalmente ansioso para o puro caos e desordem que só a America do Sul e Central podem trazer! Vocês são foda incrível! E todos vocês estão prestes a testemunhar o Funeral mais pecaminoso e poderosos das Trevas sempre! Certifique-se de obter o seu ingresso o mais cedo possível, antes que acabe. E vamos fazer esta a turnê Funeral mais pecaminosa e poderosa das Trevas.

publicidade

Qual é a importância de "Satanic War Tour - O Retorno"?

Lord Ahriman: As primeiras turnês que fizemos na Europa 1997/1998 foram intituladas "Satanic War Tour 1 e 2". Esta foi uma época importante para nós como banda. Nós não só estabelecemos uma nova forma de arte satânica que é única de seu tipo até à data, mas também conseguimos estabelecer-nos como uma banda e chegar a um público mais vasto. Trazer a "Satanic War tour" de volta à vida é uma maneira de mostrar que tipo de espírito escuro os fãs podem esperar de nós, agora e no futuro. Queremos também dar de volta o que os fãs nos deram desde o início do Dark Funeral.

publicidade

Dê-nos uma breve história do Dark Funeral e da mudança de membros ao longo dos anos?

Lord Ahriman: A banda esta em atividade desde 1993. E apesar de várias mudanças na formação, eu continuei com a cruzada Dark Funeral e carreguei a bandeira do Black Metal sueco desde então. Além de mim, o atual line-up consiste em CHAQ Mol (Guitarras), Dominator (Bateria), Nachtgarm (Vocais) e Zornheym (Baixo). Com dois maníacos novo na banda, e Nachtgarm Zornheym, uma nova era escura, bem como um novo capítulo infernal na saga Funeral das Trevas já começou. Pela primeira vez em séculos, eu sinto que cada membro da Dark Funeral é o compartilhamento de um compromisso tremendamente forte, uma dedicação absoluta, bem como o profissionalismo total. Nós já fizemos nossa estréia ao vivo com os caras novos. E a resposta foi fenomenal! Uma vez que estamos totalmente "aquecidos", a Latin American Tour será a primeira turnê que fazemos com a nova formação.

publicidade

Fale sobre o seu último álbum?

Lord Ahriman: Nosso último disco foi lançado em outubro de 2009 e é intitulado "Angelus Exuro Pro Eternus". É o nosso álbum mais poderoso, técnico e variado até agora, eu acho. E, embora ainda sendo fiel às raízes, demos uma grande passo na evolução de nossa marca sueca de metal. "Angelus Exuro Pro Eternus" é, desde o início até o fim, um passeio pelo inferno que você simplesmente não vai querer perder!

publicidade

Como você vê a polêmica que sempre gira em torno de black metal? Será que ainda existem na Europa?

Lord Ahriman: Black Metal é uma forma controversa da arte e da música. Não é algo para as massas. Ao longo dos últimos dois anos, eu acho que a sociedade em geral tornou-se bastante acostumadoacom isso, então não é tão controverso hoje como era quando começamos no início dos anos 90. Ainda assim, será sempre um estilo de música que soa como um soco no rosto de Deus!

publicidade

Obrigado pela entrevista e deixe uma mensagem para os fãs brasileiros, que estão aguardando o retorno de Dark Funeral. A cidade de Recife será a única cidade na região nordeste do Brasil a receber este grande show. Deixe uma mensagem para todos.

Lord Ahriman: Deixe-me dirigir a todos vocês para uma saudação de vídeo mais pessoal diretamente de mim a todos os Metalheads do Sul e América Central:

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Injection: os cinco bateristas mais insanos do Black MetalMetal Injection
Os cinco bateristas mais insanos do Black Metal

Justin Bieber: convidado para participar de show do Dark FuneralJustin Bieber
Convidado para participar de show do Dark Funeral


Chris Cornell: ele não dava sinais de que se mataria, diz esposaChris Cornell
Ele não dava sinais de que se mataria, diz esposa

Slipknot: veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuaisSlipknot
Veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais


Sobre Reginaldo Pedro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin