ReDigi: MP3 Comprada pode ser revendida? Pode sim!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por Paul Resnikoff, traduzido por Nacho Belgrande.

Eu não posso dizer que eu jamais entendi o lance de MP3 'recicladas', mas o direito da «empresa» ReDigi de existir é outra questão inteiramente diferente. Agora, depois de receber uma ordem judicial determinando o fim de suas atividades mediante uma solicitação feita pela RIAA e uma ação penal cível impetrada pela Capitol Records «subsidiária da EMI», a revendedora de MP3 ReDigi está tentando anular o caso. Na manhã de hoje, a empresa de Boston entrou com uma petição para que o caso seja sumariamente encerrado, o que essencialmente significa que o caso não seria nem julgado.

Fãs de música têm comprado, vendido e ouvido coisas usadas por décadas, e houve ruidosas batalhas sobre a revenda de mídias físicas «lembram-se da causa Quixoteana de Garth Brooks nos anos noventa?». Mas a era digital introduz uma discussão inteiramente diferente, simplesmente porque um arquivo MP3 é instantaneamente duplicado e sua propriedade é mais difícil de determinar. E em um mercado já arrasado por pirataria substancial, selos como a Capitol estão fazendo tudo que podem para manter uma certa estabilidade nos preços e no controle da situação.

A ReDigi está, infelizmente, apertando os botões errados agora. A empresa oferece a seus usuários armazenamento digital de suas canções, tudo numa plataforma 'cloud', e a possibilidade de vender e transferir tais músicas para outros usuários. Isso, de acordo com a queixa da Capitol, nega à companhia seu direito exclusivo de distribuir, reproduzir e executar sua música, dentre outras violações. Além disso, a ReDigi tem sido acusada de muito pior, mas a maioria das acusações não se sustenta.

A ReDigi obviamente sente que seus clientes têm o direito de revender. "Se os oponentes da ReDigi conseguirem o que querem, os consumidores serão privados de seus direitos básicos à sua propriedade digital - propriedade pela qual eles pagaram, não licenciaram, e a qual a EMI quer desesperadamente negar", um executivo da ReDigi disse ao site Digital Music News nessa manhã.

Isso pelo jeito ainda vai feder muito com arquivos roubados e um esquema de meia-pataca pra fazer um troco rápido no meio. Mas a ReDigi está apontando enfaticamente para um sistema que somente PERMITE o upload e revenda de músicas compradas pelo iTunes, e deleta o acesso a tais faixas imediatamente depois da revenda. "Não há processo de cópia envolvido no esquema de revenda, em nenhum ponto", afirma o advogado Morlan Ty Rogers.

A petição da ReDigi ainda está sendo apreciada.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

Ultimate Classic Rock: as filhas mais belas dos rockstarsUltimate Classic Rock
As filhas mais belas dos rockstars

Filhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhançaFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é semelhança

Bruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidosBruce Dickinson
Vocalista elege seus 5 álbuns preferidos

Hetfield: Você não gostaria de mim se soubesse minha históriaHetfield
"Você não gostaria de mim se soubesse minha história"

Separados no nascimento: Lady Gaga e EddieSeparados no nascimento
Lady Gaga e Eddie

Andre Matos declara: O Angra tinha que acabar!Andre Matos declara
"O Angra tinha que acabar!"

AC/DC: a mensagem aos grandes promotores de eventos; Vão se lascarAC/DC
A mensagem aos grandes promotores de eventos; "Vão se lascar"


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.