Megadeth: a bizarra contratação de Marty Friedman

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 


Mais uma de Dave Mustaine! OK, talvez nem tanto, mas ainda é algo pra se registrar. Nós todos temos acompanhado os ataques de Mustaine recentemente, sejam relativos a seu apoio a Rick Santorum, ser contra o casamento entre fãs de Bon Jovi, mandar as mulheres africanas enfiarem um plugue em seus sexos, ou a revelação de que Barack Obama não teria nascido nos EUA.
29 acessosMegadeth: Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito5000 acessosHeaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbum

Algumas semanas atrás, começaram as especulações na internet sobre quem seria a próxima vítima da verborragia de Dave Mustaine. Axl Rosenberg do site MetalSucks apostou que seriam os judeus, e pronto, lá vem Mustaine falar merda um judeu, Marty Friedman…

Na última edição da revista estadunidense especializada em Metal, a DECIBEL MAGAZINE, eles celebram a introdução do fantástico ‘Rust In Peace’ do Megadeth no Decibel Hall of Fame, e entrevistam todas as pessoas que tocaram no disco. Quando se discutiu a adesão do virtuoso da guitarra Marty Friedman, ele fez uma crítica:

“Eu me lembro de conversar com meu empresário e dizer, ‘Esse é o cara. Mas o nome dele é Friedman. Não é um nome muito metal. A gente consegue fazer com que ele mude o nome dele? Um pseudônimo?’ Meu empresário disse, ‘Bem, ele já é um guitarrista estabelecido’. Bem, daí eu fui pra sala e disse a ele que ele estava contratado, mas que ele tinha que arrumar o cabelo e comprar umas roupas novas, de modo que ele não parecesse um mendigo”.

O mais bizarro de tudo isso é que Mustaine é tecnicamente judeu, já que sua mãe era judia, apesar dele ter sido criado como Testemunha de Jeová.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 17 de abril de 2012
Post de 24 de abril de 2012

MegadethMegadeth
Dave Mustaine conta qual o seu riff favorito

3123 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa534 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos

Lars UlrichLars Ulrich
O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"

Parcerias BrilhantesParcerias Brilhantes
Duplas que marcaram história

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Heaven & HellHeaven & Hell
Mistérios e autocensura na capa de álbum

Quentin TarantinoQuentin Tarantino
O Top 5 do rock n' roll na carreira do diretor

Deep PurpleDeep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

5000 acessosTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos5000 acessosIron Maiden: Felipe Dylon toca clássicos da donzela5000 acessosSexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock5000 acessosAndre Matos: "Não estava preparado para cantar no Maiden!"5000 acessosGaleria - Mais que instrumentos, obras de arte5000 acessosBarbixas: Anderson Bizzocchi manda versão metal do Balão Mágico

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online