Jack White: Guinness Book é uma organização muito elitista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

JACK WHITE fez um ataque bizarro aos compiladores do Guinness Book Of World Records.

White, que lançou seu disco solo de estreia, 'Blunderbuss' no mês passado, disse à revista Interview que ele acredita ser o dono do recorde de show mais curto da história, mas que tal posto lhe foi negado no livro pela editora.

O cantor revelou que ele sua antiga colega de WHITE STRIPES, Meg, tentaram entrar pra história ao tocar apenas uma nota, além de uma batida num prato, em um show em Newfoundland, no Canadá. Entretanto, White revelou que a tentativa da dupla em ter seus nomes na compilação anual não deu certo e ele está convencido de que os curadores da publicação simplesmente não quiseram colocar a ele e Meg no livro.

Falando sobre o assunto, ele disse: "Estávamos em Newfoundland e a ideia que eu tive ao café da manhã era, 'Vamos tocar uma note hoje'. Eu disse a Meg quando estávamos saindo do carro. Eu disse, 'Certifique-se de que você segurará o prato e quando você bater nele, agarre-o de modo que a nota dure apenas um milissegundo'".

Ele continuou: "Eu estava pensando que depois disso contataríamos a equipe do Guinness World Records e veríamos se eles nos dariam o recorde de show mais curto de todos os tempos. Então o fizemos, mas no fim das contas eles deram pra trás."

Perguntado sobre o porquê disso, White afirmou: "O lance é que o Guinness é uma organização muito elitista. Não há nada de científico no que eles fazem. Eles apenas tem um escritório chio de pessoas que decidem o que é um recorde e o que não é. A maioria dos recordes ali - quem tem a maior coleção de saleiros e pimenteiros, ou seja, lá o que for - são apenas quem eles querem que sejam detentores de recordes."

Ele ainda finalizou: "Então com algo como o show mais curto de todos os tempos, eles não pensaram que o que quiser que tivéssemos feito era interessante o suficiente para ser declarado como recorde. Eu não sei porque eles decidiram isso, mas, você sabe, eles são donos do livro."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "White Stripes"


Black Sabbath: "The Wizard" está na trilha sonora da série "Peaky Blinders"

Jack White: Sem laços de amizade com a eremita Meg WhiteJack White
Sem laços de amizade com a "eremita" Meg White

NME: os clipes mais legais da história, na opinião dos leitoresNME
Os clipes mais legais da história, na opinião dos leitores


E-Farsas: Papa Francisco era fã do Black Sabbath?E-Farsas
Papa Francisco era fã do Black Sabbath?

Wonder Years: O soundtrack do grande sucesso de público e críticaWonder Years
O soundtrack do grande sucesso de público e crítica


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336