Dark Avenger: vocal relata os bastidores do vexame do MOA

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Breno Airan, Fonte: Rock na Velha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 09/06/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O vocalista das bandas brasilienses Dark Avenger e Harllequin, Mário Linhares, resolveu falar sobre a desordem e o caos que foi o Metal Open Air (MOA), que “aconteceu” em abril último, em São Luiz, no Maranhão.
115 acessosDark Avenger: Confira Lyric Video de "The Beloved Bones"5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

“Uma vergonha!”, pontuou ele à revista digital Rock Meeting. O Dark Avenger chegou a ser chamado para o MOA e, apesar de todas as intempéries, fez o público soar a camisa e rodar o pescoço com um Metal bastante apurado.

A banda iria tocar às 11h15 do dia 20 de abril. Uma sexta-feira que prometia no palco Cliif Burton. Músicas como “Dark Avenger”, “Unleash Hell”, “Rebelion”, “Tales Of Avalon”, Morgana e Armageddon” estariam no set list. No entanto, eles só tocaram no dia seguinte por falta de organização do evento.

"Tudo começou no primeiro dia de show. O combinado era que seríamos a segunda banda do primeiro dia e o nosso horário era às 11h15.

Acordamos às 7h da manhã e fomos tomar café no hotel. No café da manhã, fui interpelado por um rapaz que se apresentou como sendo da Negri Produções e que disse que provavelmente seria ele que nos transportaria até o evento e que era para estarmos pronto logo.

Bem, às 9 horas já estávamos na recepção do hotel, prontos e com os instrumentos, esperando pela condução que nos levaria ao local do show.

O que veio a seguir foi de estranhar, pois esperamos por mais de uma hora até sermos informados que o show tinha atrasado por causa da passagem de som das bandas principais (Megadeth e Symphony X) e que a nossa apresentação atrasaria. Fomos orientados a permanecer no hotel e aguardar pela van.

Ficamos na recepção por mais QUATRO horas até que começou a chegar várias vans para levar o Shaman, Drowned e Almah.

Eu sempre perguntava: "olha, não me leve a mal, mas, se nós somos a segunda banda, por que o Almah está indo na nossa frente?", relata Linhares.

Ele comentou ainda que a falta de comunicação, de pagamento dos cachês, de higiene, de organização em si deixou uma mácula que vai demorar a sair em eventos de grande porte no Brasil.

“Olha, eu sou pai de um garoto de 17 anos e ver todos aqueles garotos ali, jogados no chão, privados de condições de dignidade básicas humanas, foi de partir o coração”, conta.

Ademais, depois de muita peleja, o Dark Avenger tocou no dia seguinte, um sábado de muitos desencontros e cancelamentos de shows.

“O palco da direta estava sendo desmontado e o público vendo aquilo começava a se manifestar com palavras incisivas de cobrança [...] A todo momento, passava alguém da produção com a cabeça baixa e o olhar desolado. Já passava do meio-dia e nada indicava que os shows continuariam”, diz o vocalista, que chegou a afirmar que sua banda foi expulso do backstage, antes mesmo de tocar para o público.

E era pelos fãs que o Dark Avenger estava lá; que todas as bandas, mesmo sem a segurança do cachê, se apresentaram. “Eu adorei São Luís. Uma cidade acolhedora e de povo maravilhoso.
Quanto ao MOA, tinha tudo para dar certo. Bem, o palco estava lá, o público estava lá, e quanto à segurança, em dois dias, ninguém invadiu o palco. Foi uma pena o terceiro dia ter sido cancelado. O público, embora tenha sofrido bastante com a falta de infraestrutura e com o não cumprimento de muita coisa prometida, estava lá. O povo queria os shows...”, pontua Mário Linhares.

Para ler a entrevista na íntegra e o comovente depoimento dos bastidores do evento apontado pelos críticos como o maior fiasco da história do Heavy Metal no Brasil, é só acessar a versão digital gratuita da revista Rock Meeting no link baixo:

http://issuu.com/rockmeeting/docs/rm33

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 09 de junho de 2012

115 acessosDark Avenger: Confira Lyric Video de "The Beloved Bones"337 acessosDark Avenger: teasers das músicas de "The Beloved Bones; Hell"938 acessosDark Avenger: Um disco riquíssimo de detalhes2033 acessosDark Avenger: Uma obra prima do Metal Nacional887 acessosDark Avenger: prestes a lançar seu álbum mais ambicioso0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dark Avenger"

Mario LinharesMario Linhares
"Obrigado Carlinhos Brown, você se tornou um gigante"

CoversCovers
Quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dark Avenger"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?5000 acessosEm 24/11/1991: Morre Freddie Mercury, aos 45 anos de idade5000 acessosJapão: conheça dez bandas japonesas de Metal4561 acessosJames Hetfield: ele se mudou da Bay Area para poder caçar em paz1450 acessosThe Beatles: liderando lista de artistas mais pirateados do mundo5000 acessosBruno Sutter: tocando música do Death no baixo

Sobre Breno Airan

Acima de tudo, um forte. Ser roqueiro no Nordeste é estar cercado de olhares de soslaio. Mas ele sabe ser simpático. Começou a escutar Heavy Metal ainda na barriga da mãe. A seu pai, uma verdadeira enciclopédia do estilo, deve tudo. Aos 14 anos, pediu para uma tia R$ 12 de presente de Natal, foi a uma loja de CDs usados e catou logo o "Rust in Peace", do Megadeth - em perfeito estado, inclusive. Daí por diante, a paixão só vem aumentando. É editor do blog Rock na Velha, integrante do blog Combe do Iommi e colaborador da revista alagoana Rock Meeting. Ainda tem tempo para ser jornalista e de tocar baixo em sua banda de Hard Rock, a Azul Manteiga.

Mais matérias de Breno Airan no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online