Pussy Riot: recebendo prêmio LennonOno pela paz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Rolling Stone
Enviar Correções  

YOKO ONO, viúva do ex-BEATLE JOHN LENNON concedeu ao grupo punk russo PUSSY RIOT o prêmio O prêmio "LennonOno". O prêmio, cujo valor é 50 mil dólares, criado por ONO em 2002, é oferecido de dois em dois anos em memória da militância de seu marido pela paz.

publicidade

Pyotr Verzilov, marido de Nadia Tolokonnikova, recebeu o prêmio ao lado de Gera, filha de 4 anos do casal.

publicidade

Nadia Tolokonnikova, Yekaterina Samutsevich e Maria Alekhina, as integrantes do PUSSY RIOT, foram condenadas a dois anos de prisão em agosto passado por terem invadido uma igreja em Moscou e gravado uma oração em que pedem que a Vírgem Maria livre a Rússia de Vladimir Putin. Desde que foram indiciadas, o trio tem recebido manifestações de apoio de diversos artistas, inclusive do também ex-BEATLE PAUL MCCARTNEY.

publicidade

Além das roqueiras, este ano o prêmio foi concedido a RACHEL CORRIE, ativista americana morta em Israel em 2003 (o prêmio será concedido a seus pais em nome da Rachel Corrie Foundation for Peace and Justice), JOHN PERKINS, escritor e ativista que costuma expor a corrupção internacional em seus trabalhos, CHRISTOPHER HITCHENS, autor de vários livros, inclusive de "God is not Great", em que defende que religiões organizadas seriam a fonte principal do ódio no mundo.

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin