Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Dream Theater 2022

KillSwitch Engage: vocalista explica processo criativo

Por Fernando Portelada
Fonte: Blabbermouth
Em 24/11/12

A Roadrunner Records recentemente conduziu uma entrevista com Jesse Leach, vocalista do KILLSWITCH ENGAGE, trechos desta entrevista podem ser lidos abaixo.

Roadrunner Records: O novo álbum está basicamente pronto. Como foi seu processo criativo quando você estava compondo?

Jesse: "Ah, cara, foi intenso. Eu tinha todas essas ideias soltas do que eu queria fazer com o direcionamento das letras, e a coisa boa foi que começamos o disco antes da turnê. Eu não me sentia satisfeito e senti muita pressão de fazer tudo em tão pouco tempo. Em minha cabeça eu pensava: ‘Bem, eu posso compor esse disco agora e tentar finalizá-lo antes da turnê, ou posso cair na estrada e passar um tempo com esses caras e aprender coisas novas. Voltar com uma melhor perspectiva sobre o meu papel nesta banda’. Para mim foi muito melhor voltar para a estrada e viver um pouco. Isto ajudou muito o disco. Só ver como esses caras interagem com os fãs, escutar as histórias da turnê, pegar o ritmo após 9 anos de várias coisas acontecendo ... e refletir sobre minha vida pessoal, e pensar que faz uma década desde que começamos esta banda. Minha vida mudou bastante. É como se fosse um gatilho para mim, refletindo sobre o passado, sobre o passado deles e amarrar tudo junto. É este o conceito do disco de certa forma. Sobre o sofrimento da vida e perseverança."

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Roadrunner Records: Quando você estava compondo, como você evitou a pressão mental de ser muito influenciado pelo seu próprio passado ou a história da banda?

Jesse: "Eu acho que muita de minha inspiração vem da própria música. Eu escutaria as faixas instrumentais repetidamente e faria escrita livre. Eu não pensaria sobre escrever uma parte específica, mas simplesmente sobre os sentimentos criados pela música, e eu faria isso por horas, páginas e páginas de material. Aí eu voltaria e tentaria organizar todos estes pensamentos. Muito da escrita vem da própria música, e, além disso, eu daria umas voltas de bicicleta, já que estou bem animado com bicicletas esses dias para permanecer em forma. Umas 20 ou 30 milhas de bicicleta. Gravaria as coisas no meu telefone, assoviando... basicamente vivendo. Todos os dias eu acho uma forma de fazer minha composição dar certo, de simplesmente continuar escrevendo, achando inspiração de diferentes maneiras."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Leia a entrevista completa, em inglês no link abaixo.

http://www.roadrunnerrecords.com/news/killswitch-jesse-20121123

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Killswitch Engage divulga o álbum "Live At The Palladium"; ouça aqui

Killswitch Engage libera primeiro vídeo do registro ao vivo em Massachusetts

Vocal do Killswitch Engage diz que metalcore saturou, mas indica banda ainda relevante

Killswitch Engage: estudo diz que eles são a banda de metal que mais trabalha

Massachusetts: 15 grandes bandas que surgiram no estado de nome complicado

Killswitch Engage: Suas 10 maiores músicas, pela Classic Rock History

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada.