John Corabi: o difícil desligamento do Mötley Crüe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 29/12/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O site estadunidense (*) LEGENDARY ROCK INTERVIEWS publicou nessa sexta-feira uma entrevista com o vocalista JOHN CORABI [Mötley Crüe, The Scream, Ratt, Union] e dentre vários tópicos, como o novo CD de Corabi e sua carreira como um todo, o tema Mötley foi abordado com mais profundidade. O que segue abaixo é o trecho traduzido do segmento da entrevista no qual o músico relata seu desligamento da banda e sua relação com os outros membros hoje em dia.
1827 acessosLayne Staley: ele mudou nome do meio graças a Tommy Lee5000 acessosEllen Jabour: Slayer, Metallica, Guns e Judas no seu Top10

[...] LRI: Você sempre disse que quando estava no Mötley Crüe, a banda era uma família de verdade, um lance autêntico. Por vezes rola de você pensar o quão difícil é manter isso quando se dão acontecimentos casuais da vida a você ou a algum dos outros caras do Crüe, tipo o falecimento da mãe de Tommy ou o noivado de Nikki ou coisa do tipo?

John Corabi: Sim, e se eu puder ser franco, uma das coisas que me incomoda é que tipo, quando eu estava no Mötley, não parece ter sido há muito tempo atrás no plano geral, mas eu passei cinco anos da minha vida com aqueles caras, quase todo dia. Você começa a olhar pra esses caras um ano depois e pensa, “wow, Tommy Lee é um de meus melhores amigos, Nikki Sixx é um de meus melhores amigos, Mick Mars é um de meus melhores amigos” e daí do nada fica tipo… você entende, cortado… isso foi… isso foi uma coisa muito difícil para eu lidar. É somo se eu não tivesse perdido o emprego, mas eu perdi meus amigos também. É simplesmente estranho. É um ramo muito estranho. É tão engraçado quando eu digo isso, mas está tudo bem entre eu e Vince. Se eu encontrasse com ele hoje, ele viria até mim e me daria um abraço e sentaríamos e beberíamos juntos a noite inteira. Nós nos damos muito bem. Mas você sabe, é a mesma coisa com Nikki se ele e eu nos víssemos. Ele caminharia até mim e diria, “Hey, Crab, como vai… bla bla”, mesma coisa com Mick, o Tommy me ligou não faz muito tempo. Não é que não haja amizade nenhuma, só que não é o que já foi um dia e isso é meio perturbador. [...]

Entrevista completa:
http://www.legendaryrockinterviews.com/2012/12/28/john-corab...

NOTA DO EDITOR: Sim, o termo estadunidense está correto segundo o dicionário. :-)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 29 de dezembro de 2012

Layne StaleyLayne Staley
Ele mudou nome do meio graças a Tommy Lee

751 acessosConsequence of Sound: 10 discos de Hair Metal que "não são ruins"1442 acessosHair Metal: dez álbuns que valem a pena488 acessosMötley Crüe: como crianças de hoje reagem ao som da banda?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motley Crue"

Nikki SixxNikki Sixx
Baixista diz ter transado com mulher de Bruce Dickinson

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

Vince NeilVince Neil
"Queria ter uma voz como a do Dio ou Coverdale!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motley Crue"

Ellen JabourEllen Jabour
Slayer, Metallica, Guns e Judas no Top10 da modelo

Mötley CrüeMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

AC/DCAC/DC
Os últimos dias do vocalista Bon Scott

5000 acessosBizarro & Absurdo: 12 Tristes Realidades da Música5000 acessosIron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotos5000 acessosBruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante tours4894 acessosMegadeth: fundindo a arrogância de Mustaine em Vic Rattlehead5000 acessosEsquisitices: algumas exigências bizarras para shows5000 acessosJohnny Depp: nunca mais deve beber em noitadas com Keith Richards

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online