Machine Head: Flynn longe dos cigarros, bebidas e maus hábitos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 25/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O guitarrista/vocalista do MACHINE HEAD, Robb Flynn, postou uma nova entrada em sua contínua séries de diário, “The General Jorunals: Diary of a Frontman ... and Other Ramblings – Where Do We Go Now?

515 acessosMachine Head: trabalhando em novas músicas5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros

Segue um trecho:

“Eu estou no 8º dia de minha grande limpeza, e da mesma forma quando eu comecei a fazer estas outras limpezas, em janeiro de 2010, eu estou de volta aos trilhos (canta trecho de música). Isto significa que estou fora das bebidas, dos cigarros, dos analgésicos e outros maus hábitos... de novo. [...]”

“Eu fiz dez dias completos de limpeza em 2010 enquanto gravávamos 'Unto The Locust'. Eu cantei a maioria das faixas e toquei muita guitarra durante a limpeza. Foi ótimo para minha cabeça. Eu só consegui três dias no ano passado, mas eu não estava sóbrio.”

“Como parte de minha reabilitação, eu marquei alguns shows acústicos em bares e clubes no caminho para o NAMM, em Los Angeles. Somente eu e meu técnico, Scott, dirigindo pela Califórnia tentando... eu não sei... tentando nos perder, eu acho. Metade de músicas cover, metade do MACHINE HEAD. Tudo feito de forma acústica, sem setlist, decidindo conforme ia tocando. Eu toquei ontem a noite em Hollywood e foi muito, muito legal. Me diverti muito, contei histórias, dei risadas, estive com grandes pessoas. Foi fodidamente terapêutico.”

“Eu precisava fazer isto. Eu precisava me desafiar. Eu precisava ir lá fora e tocar em alguns shows, sair da minha zona de conforto, ficar sozinho, por conta própria. Eu não estou feliz agora, eu preciso entender tudo isso. Preciso achar aquela centelha novamente, inspiração, ou, eu não sei nem pelo que estou procurando, e eu acho que isso pode me ajudar a encontrar parte disto. Faz muito tempo que não fico tão excitado com algo.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de janeiro de 2013

515 acessosMachine Head: trabalhando em novas músicas0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Machine Head"

Machine HeadMachine Head
"Jamais comprarei um CD novamente", diz Robb Flynn

Machine HeadMachine Head
"Esperarei pelo próximo disco do Metallica"

Machine HeadMachine Head
A tarefa inglória de abrir pro Slayer

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Machine Head"

Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

CoversCovers
Quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

RammsteinRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!"

5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock5000 acessosGuitar World: revista elege os 50 guitarristas mais rápidos4755 acessosCradle of Filth: Dani Filth alfinetando o Kiss em 19995000 acessosLed Zeppelin: as crianças da capa de "Houses Of The Holy"5000 acessosRick Rubin: produtor volta a comer carne e perde 60 quilos

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online