Renato Russo: holograma na inauguração do estádio Mané Garrincha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Estadão
Enviar Correções  

Depois de TUPAC, é a vez de RENATO RUSSO (LEGIÃO URBANA) voltar à vida, pelo menos virtualmente, em um show.

publicidade

Segundo o Estadão e outras fontes, Giuliano Manfredini, filho do falecido vocalista, estaria à frente do projeto "Renato Russo Sinfônico", que teria a participação de seu pai em holograma. Outros artistas como CAETANO VELOSO, CRIOLO, MARIA GADÚ e até mesmo DAVE GROHL (FOO FIGHTERS, ex-NIRVANA) e SLASH (ex-GUNS N' ROSES) participariam do projeto, que deve ainda ser lançado em CD e DVD.

publicidade

Ainda segundo o Estadão, a ideia é que o evento inaugure oficialmente o estádio Mané Garrincha, em Brasília, cuja reforma deve ser concluída em abril e será sede da abertura da Copa das Confederações 2013. A produção do holograma ficará a cargo da empresa que trouxe o rapper Tupac "de volta" ao festival Coachella, nos Estados Unidos, no ano passado.

publicidade

Leia mais sobre o assunto nos links abaixo:

Renato Russo: filho diz que fará holograma do paiRenato Russo
Filho diz que fará holograma do pai

http://www.wscom.com.br/index.php/esportes/futebol/RENATO+RU...

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Wonder Years: O soundtrack do grande sucesso de público e críticaWonder Years
O soundtrack do grande sucesso de público e crítica

Led Zeppelin: por que Robert Plant não gosta de cantar Stairway to Heaven?Led Zeppelin
Por que Robert Plant não gosta de cantar "Stairway to Heaven"?


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin