Nightwish: Marco Hietala comenta sobre o filme Imaginaerum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Silvia F., Fonte: Loudmag, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 10/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


MARCO HIETALA, baixista do NIGHTWISH, foi entrevistado por Brendan Crabb, da revista Australia´s Loud. Segue abaixo um trecho da entrevista:
1507 acessosTarja Turunen: trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo5000 acessosLemmy Kilmister fala de Sharon e Iron Maiden

AL: Vocês fizeram uma première do filme Imaginaerum em sua terra natal. Há uma estreia mundial programada?

Hietala: “Acredito que talvez ocorra uma exibição do filme no Festival Internacional de Cinema de Berlim, em Fevereiro, o que poderia definir como ele será lançado e se haverá distribuição em outros países. Isso porque esse festival reúne contatos importantes e se eles se interessarem, muita coisa vai acontecer. Caso contrário, já temos planos de lançá-lo em DVD e Blu-ray, no final de 2013. Por enquanto, o filme só foi exibido na Finlândia e não recebeu avaliações muito boas (risos)... Mas sei também que a Finlândia é um país pequeno, com seis milhões de habitantes, e se você apresenta algo grandioso as pessoas logo querem atirar pedras. Dos comentários que li no jornal finlandês de maior circulação diária, percebi pelas entrelinhas que somos vistos como caras muito ambiciosos, que gostam de fantasiar e querem se mostrar maiores do que nunca. Mas prefiro aguardar a exibição do filme fora da Finlândia, pois aí sim acreditarei no que falarem a respeito.”.

AL: Como é assistir a si mesmo na telona?

Hietala: “ É engraçado. Já fizemos tantas coisas desde que me tornei membro da banda e me parece que as coisas acontecem muito rápido. Quando você não está pensando sobre turnês, álbuns etc, percebe que faz parte de um grupo que já fez muita coisa, até mesmo um filme. É, estou satisfeito pelo fato de podermos bancar financeiramente essas coisas e dividí-las com o público. Já conversamos muito a respeito sobre isso tudo e sempre tive a opinião de que, se não o fizéssemos, depois nos arrependeríamos. Até agora, estou muito feliz com o resultado. Acho que se você assistir ao filme com uma mente aberta, ele proporcionará uma experiência muito boa. Ele tem tudo que um filme oferece: atuação, diálogo, um enredo e tudo mais, mas também adquire um aspecto “híbrido” ao apresentar um background bastante músical. Muitas coisas dependem da trilha-sonora e há essa “hibridez”, que consiste em apresentarmos vastas paisagens típicas de um videoclipe e que vão sendo unidas até formarem um filme de longa duração. É assim que vejo.”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Tarja TurunenTarja Turunen
Trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo

1243 acessosTarja Turunen: Como foi a apresentação da cantora em São Paulo1416 acessosMarcio Guerra: A performance de Falaschi e Tarja no RIR 2011904 acessosRio Rock City: Quando o vocalista novo dá certo?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

CinemaCinema
As melhores músicas de Rock/Metal em filmes de terror

SemelhançaSemelhança
Tarja Turunen e Laura Muller

NightwishNightwish
Tuomas Holopainen comenta as suas canções favoritas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

MotörheadMotörhead
"Sharon equivale a três Iron Maidens. É como um homem!"

PoisonPoison
Bret Michaels passa o cambão na mãe da Hannah Montana?

HumorHumor
Não basta um machado na mão para ser Black Metal

5000 acessosNirvana: Grohl fala como se sentiu ao reencontrar Frances Cobain5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosInvisible Oranges: os 5 melhores momentos Metal dos filmes5000 acessosVan Halen: David Lee Roth fez seguro de seu pênis5000 acessosMetallica: quando Lombardo e Jordison substituíram Lars Ulrich5000 acessosGuns N' Roses: Tommy Stinson é amigo de todos, menos do Slash, que nunca viu

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de janeiro de 2013

Sobre Silvia F.

Queria ser cientista, mas descobriu nas artes a sua verdadeira vocação. Amante de várias vertentes do metal, principalmente sinfônico, power e melódico.

Mais matérias de Silvia F. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online