Eagles: próxima turnê pode ser a última da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: classicrockmagazine.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 30/04/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


1560 acessosEagles: Um registro ao vivo de Hotel California, proibido nos EUA5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage

Próxima turnê do Eagles pode ser a última, segundo Glenn Frey.

Eles estão se preparando para viajar pelo mundo com seu show History Of The Eagles, que inclui vídeo de seu documentário e também contará com a presença do ex-membro Bernie Leadon.

Frey disse em uma coletiva de imprensa em Londres: “Vamos começar os ensaios no mês que vem. Eu não quero dizer que será nossa última turnê, mas é bem possível que seja”.

Ele acrescentou: “É de certa forma confuso, mas as pessoas ainda querem nos ver tocar. Não parece ter fim – é de se pensar que as pessoas se cansariam de nós, mas não se cansaram”.

Nenhuma data na Europa ainda foi anunciada, mas Frey afirmou: “A Europa definitivamente está em nossos planos. Eu certamente espero ver os Eagles por aqui nos próximos 15 meses”.

Enquanto isso, Don Henley refletiu sobre a diferença da banda em seu apogeu nos anos 1970 e após sua reunião em 1994.

Ele disse ao site Jam: “Sempre foi divertido – mas há tipos diferentes de diversão. No primeiro momento havia mais altos e baixos. Desde que voltamos a trabalhar juntos as coisas se procederam de forma bem mais uniforme”.

“Há menos drama e praticamente farra nenhuma. É uma operação conduzida muito profissionalmente. Tem de ser assim. O principal foco é fazer performances consistentes e de alta qualidade, noite após noite”.

“Temos um trabalho a fazer, uma obrigação com nossos fãs que levamos muito a sério. Quando mostramos serviço e satisfazemos nossos fãs, então isso nos traz toda o prazer de que precisamos. Nenhuma atividade extracurricular é mais necessária”.

O baterista e vocalista admite que imagens de shows do documentário provocaram discussões entre ele e seus filhos. Ele afirma: “Meus filhos são espertos o suficiente para saber que os anos 60 e 70 não foram brincadeira. Nós já começamos a conversar sobre isso”.

“Como qualquer pai, eu quero que eles aprendam com meus erros, mas ao mesmo tempo, não quero que eles tenham medo de correr riscos. Toda empreitada de sucesso na vida requer algum grau de risco, mas há riscos desnecessários e necessários. Eu quero que meus filhos saibam distinguir a diferença; que que eles aprendam com os riscos desnecessários que corri bem como com aqueles que valeram a pena”.

Mas ele acrescenta: “Dito isso, eu sou a favor da educação que acredita que meus filhos não precisam passar por certas coisas”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de abril de 2013

1560 acessosEagles: Um registro ao vivo de Hotel California, proibido nos EUA0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Eagles"

Metal HammerMetal Hammer
Os maiores hits do rock eleitos em votação

News.com.auNews.com.au
Guns, Floyd, Lynyrd e Van Halen são os melhores solos?

Iron MaidenIron Maiden
Ouvir Eagles significou a saída de Dennis Stratton

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Eagles"

Collectors RoomCollectors Room
A imensa coleção do apresentador Vitão Bonesso

BateristasBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

MegadethMegadeth
As 10 maiores tretas da história de Dave Mustaine

5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper5000 acessosMetal: por que os metalheads vivem presos no passado?5000 acessosMetal Up Your Ass: Os primórdios do Metallica5000 acessosSilverchair: Daniel Johns surge bêbado e de batom nas ruas de Sydney5000 acessosOzzy Osbourne: Ele passou pelo camarim do Metallica e eles ouviam Black Sabbath5000 acessosSlayer: "vendemos discos, não nossas almas"

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online