2007: 15 discos de rock/metal que completam 10 anos de lançamento

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Ver Acessos

Bons discos de rock e metal foram lançados no ano de 2007. Ocorreram algumas mudanças no cenário geral, especialmente com caminhos distintos seguidos pelas bandas do chamado nu metal, a exemplo de Korn e Linkin Park.

Grandes covers: cinco versões para "Hangar 18", do MegadethBruce Dickinson: deixar o cabelo crescer novamente é ato de rebeldia

No metal, quase nenhuma banda de gêneros mais tradicionais compareceu com lançamentos fortes no ano em questão. Em um ano onde um dos maiores expoentes foi o Avenged Sevenfold, talvez o nome de maior destaque entre a "velha guarda" tenha sido o Megadeth.

O ano de 2007 também testemunhou caminhos distintos de artistas tão semelhantes em seus anos iniciais. Enquanto o Bon Jovi mergulhou no country rock em "Lost Highway", Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row, lançou "Angel Down", seu disco mais metálico (e o melhor, na minha opinião) até hoje.

Veja, abaixo, uma compilação com 15 discos importantes de rock e metal lançados no ano de 2007. É evidente que está faltando muita coisa por aqui, mas é sempre bom reforçar que se trata de uma lista com 15 itens, não 50.

Avenged Sevenfold - "Avenged Sevenfold"

O álbum autointitulado do Avenged Sevenfold deu sequência a "City Of Evil" (2005), disco responsável por expor a banda ao mundo. Mais experimental, o trabalho em questão abandonou alguns elementos do metalcore. O som peculiar do grupo ganhou pitadas sinfônicas em alguns momentos.

Bon Jovi - "Lost Highway"

O disco country do Bon Jovi é, para mim, o último bom trabalho feito pela banda. O caminho do country foi trilhado, especialmente, após o grupo ter tido sucesso com o dueto "Who Says You Can't Go Home", dueto com Jennifer Nettles lançado em 2006. O resultado é um álbum bem trabalhado, com alguns pontos altos em sua tracklist.

Dream Theater - "Systematic Chaos"

O Dream Theater se assumiu na década de 2000. Após alguns experimentos nos anos anteriores, o grupo se consolidou a partir de "Train of Thought" (2003) e pouco mudou desde então. "Systematic Chaos" é o reflexo de tal estabilidade: um disco tipicamente Dream Theater, com momentos de complexidade e maestria instrumental.

Eagles - "Long Road Out Of Eden"

Os envolvidos não sabiam quando o produziam, mas "Long Road Out Of Eden" foi o último disco dos Eagles, nove anos do fim da banda, motivado pela morte de Glenn Frey. O único disco do grupo lançado fora da década de 1970 mostra, de certa forma, que eles nunca perderam a mão para fazer boas músicas. A pegada clássica e tradicional do grupo se faz presente por aqui.

Epica - "The Divine Conspiracy"

Um dos álbuns mais conhecidos do Epica, "The Divine Conspiracy" obedece a um bom padrão. Ainda mais sinfônico e progressivo que os anteriores, trata-se de um disco mais sofisticado, sem abandonar os momentos consideráveis de agressividade.

Foo Fighters - "Echoes, Silence, Patience & Grace"

"Echoes, Silence, Patience & Grace" não obedece a um padrão. O sexto disco do Foo Fighters alterna entre momentos mais tradicionais, com guitarra distorcida, e passagens acústicas. Soa um pouco disléxico no geral, mas, ainda assim, tem boas músicas por aqui.

Helloween - "Gambling with the Devil"

O Helloween de Andi Deris nunca foi unanimidade, mas "Gambling with the Devil" mostra que, na época, havia conseguido algo que não existia na fase Michael Kiske: estabilidade. Apesar do deslize no antecessor "Keeper of the Seven Keys - The Legacy" (2005), o power metal agressivo do grupo está bem alinhado por aqui. Nada inovador, mas boa reaplicação de fórmula - que voltou a aparecer em praticamente todos os registros sucessores.

Korn - "Untitled"

"Untitled" é, de certa forma, uma continuação de "See You On The Other Side" (2005). O Korn tentou mudar após a saída de Brian "Head" Welch. Não dá para dizer que deu certo, nem errado. A mistura com elementos do industrial metal proporcionou algo diferente, mas, em "Untitled", falta um pouco de inspiração. Ainda assim, foi um dos discos mais marcantes de 2007.

Linkin Park - "Minutes To Midnight"

Quatro anos após o aclamado "Meteora" (2003), o Linkin Park quis mudar. Sob a produção de Rick Rubin, "Minutes To Midnight" mostra um grupo apostando menos no nu metal e nos vocais rap para soar mais tradicional - o que foi considerado, curiosamente, um experimento. Há bons momentos, mas o conjunto é um pouco cansativo.

Megadeth - "United Abominations"

O Megadeth voltou à atividade em "The System Has Failed" (2004), mas este é, basicamente, um disco solo de Dave Mustaine. "United Abominations" é o primeiro álbum do grupo a ser gravado como banda após o retorno. Glen Drover, James LoMenzo e Shawn Drover responderam bem e produziram, ao lado de Mustaine, um dos grandes discos do ano.

Nightwish - "Dark Passion Play"

O primeiro disco com Anette Olzon no lugar de Tarja Turunen não foi muito bem compreendido na época, mas é um bom registro. Comercialmente, repetiu o sucesso de "Once" (2004). Musicalmente, manteve a mesma pegada, o que mostra que o Nightwish era muito mais do que Tarja e alguns caras, até porque o principal compositor é outro: Tuomas Holopainen.

Scorpions - "Humanity: Hour I"

A discografia do Scorpions depois de "Crazy World" (1990) é um tanto inconsistente, mas "Humanity: Hour I" mostra um grupo mais consistente. O álbum, que é conceitual, mistura um pouco de várias fases da banda e as encaixa ao contemporâneo sem apelações. Passa longe de ser um clássico, mas tem bons momentos e soa uniforme.

Sebastian Bach - "Angel Down"

O melhor disco da carreira solo de Sebastian Bach. Tal título não é grande coisa, visto que os álbuns de Bach são fracos, mas "Angel Down" desequilibra. É um registro muito coeso, que mostra o vocalista em uma evolução sonora do pesado "Slave To The Grind" (1991), do Skid Row.

Sixx:A.M. - "The Heroin Diaries Soundtrack"

Em "The Heroin Diaries Soundtrack", o até então projeto paralelo de Nikki Sixx apresentou um bom hard rock, com ares alternativos e até sinfônicos. Há boas composições e frescor melódico neste disco, conceitual e lançado como uma espécie de trilha sonora para a autobiografia "Heroína e rock n' roll", de Sixx.

W.A.S.P. - "Dominator"

Em "Dominator", o W.A.S.P. deixou, enfim, de tentar emular o som criado em "The Crimson Idol". Acompanhado de uma boa e nova formação, com Doug Blair (guitarra), Mike Duda (baixo) e Mike Dupke (bateria), Blackie Lawless fez um disco de hard n' heavy, direto e reto, em alusão aos dois primeiros trabalhos do grupo, mas com certa contemporaneidade em seu som. "Babylon" (2009) é melhor, mas "Dominator" também é bem bom.

Comente: Você lembra de cada um destes quando saiu?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Avenged Sevenfold"Todas as matérias sobre "Bon Jovi"Todas as matérias sobre "W.A.S.P."Todas as matérias sobre "Dream Theater"Todas as matérias sobre "Epica"Todas as matérias sobre "Eagles"Todas as matérias sobre "Foo Fighters"Todas as matérias sobre "Helloween"Todas as matérias sobre "Nightwish"Todas as matérias sobre "Korn"Todas as matérias sobre "Linkin Park"Todas as matérias sobre "Megadeth"Todas as matérias sobre "Scorpions"Todas as matérias sobre "Sebastian Bach"


Grandes covers: cinco versões para Hangar 18, do MegadethGrandes covers
Cinco versões para "Hangar 18", do Megadeth

Grandes covers: cinco versões para "Holy Wars... The Punishment Due"

Megadeth: por que a banda vai abrir para o Five Finger Death PunchMegadeth
Por que a banda vai abrir para o Five Finger Death Punch

Grandes covers: cinco versões para a excelente "Tornado Of Souls"

Megadeth: David Ellefson fala sobre Risk, vinte anos depoisMegadeth
David Ellefson fala sobre Risk, vinte anos depois

Desencontro com Kiko Loureiro: as frustrações de um Guitar Hero (vídeo)Desencontro com Kiko Loureiro
As frustrações de um Guitar Hero (vídeo)

Megadeth: Mustaine está indo bem na batalha contra o câncer, afirma EllefsonMegadeth
Mustaine está indo bem na batalha contra o câncer, afirma Ellefson

Megadeth: cinco curiosidades sobre o clássico Rust In PeaceMegadeth
Cinco curiosidades sobre o clássico Rust In Peace

Megadeth: Mustaine talvez não esteja presente no Megacruise, afirma EllefsonMegadeth
Mustaine talvez não esteja presente no Megacruise, afirma Ellefson

Em 24/09/1990: Megadeth lançava Rust In Peace, o magnum opus da bandaEm 24/09/1990
Megadeth lançava Rust In Peace, o magnum opus da banda

Megadeth: Dave Mustaine está indo bem contra o câncer, diz EllefsonMegadeth
Dave Mustaine está "indo bem" contra o câncer, diz Ellefson

Em 23/09/1990: Megadeth lançava o single "Holy Wars... The Punishment Due"

Megadeth: um passeio de ida e volta pelo Hangar 18Megadeth
Um passeio de ida e volta pelo Hangar 18

Em 19/09/1986: Megadeth lançava Peace Sells... But Whos's Buying?

Judas Priest: K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concertoJudas Priest
K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concerto

Kiko Loureiro: Como sua filha o ajudou a aprender Holy WarsKiko Loureiro
Como sua filha o ajudou a aprender "Holy Wars"

Megadeth: o insistente uso de Kill por Dave MustaineMegadeth
O insistente uso de "Kill" por Dave Mustaine

Megadeth: atual formação é um upgrade imenso sobre as anterioresMegadeth
Atual formação é um upgrade imenso sobre as anteriores


Bruce Dickinson: deixar o cabelo crescer novamente é ato de rebeldiaBruce Dickinson
Deixar o cabelo crescer novamente é ato de rebeldia

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Saúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentaisSaúde
Mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais

Ricardo Confessori: Iron Maiden, aposenta logo!Ricardo Confessori
"Iron Maiden, aposenta logo!"

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Nickelback: a banda tão perigosa quanto o Slipknot?Nickelback
A banda tão perigosa quanto o Slipknot?

Metallica: São ídolos, mas são humanos, diz vocal do VolbeatMetallica
"São ídolos, mas são humanos", diz vocal do Volbeat


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336