Max Cavalera defende manifestações: "povo tem que se expressar"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò, Fonte: Heavy Nation - UOL, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Do Black Sabbath, com sua "War Pigs", aos dias de hoje, o Metal sempre teve muito mais um caráter combativo, de protesto, do que de apenas contar histórias de dragões e outras trivialidades. Não foi diferente com o Sepultura. Tão logo ecoaram os gritos das manifestações pelo Brasil, nos últimos dias, principalmente a quinta-feira de 13 de junho em São Paulo, e um som da banda foi lembrado e compartilhado repetidamente nas redes sociais: Refuse/Resist.

2319 acessosMax, Igor e Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosMTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

O Heavy Nation, da Rádio UOL, falou com Max Cavalera sobre o vídeo que ele publicou na segunda-feira, apoiando os manifestantes brasileiros. Ele falou da honra de ter sua música usada como inspiração, contou seus causos com a polícia e respondeu aos críticos que sempre chamam a atenção ao fato de ele ter trocado seu país por Phoenix (EUA) para morar.

Leia a entrevista completa clicando no link abaixo:
http://heavynation.blog.uol.com.br/arch2013-06-01_2013-06-30...

Como surgiu a ideia de gravar esse vídeo, que em algumas horas já tinha 30 mil visitas e dois dias depois, o dobro desse número?

Foi vendo o Youtube. Eu comecei a ver os protestos e a Glória (Cavalera, sua mulher) sempre está em contato com muita gente no Brasil, pelo Facebook. Uma dessas pessoas é o empresário que vai levar o Soulfly no fim do ano e deu a sugestão de eu dar meu apoio em um vídeo, contando que estou acompanhando e dando suporte a quem estava sendo oprimido. Então eu fiz no meu quintal, onde tem a bandeira do Brasil, atrás da minha casa. É uma bandeira que eu levava em turnê, mas aposentei. Ficou ali e virou o cenário.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O que você achou deste ato de segunda-feira, feito de forma pacífica pela maioria do pessoal no Brasil?

O pessoal quer fazer o lance sem violência, pacífico, e é um direito. A polícia tem que deixar o pessoal marchar numa boa, se expressar. A atitude do povo de ir para a rua é legal, como aconteceu no Oriente Médio, no Egito. Mas o lance da polícia é foda. Tenho dois ou três amigos que são policiais, mas mesmo eles reclamam.

A música "Refuse/Resist" foi a mais lembrada nesse momento de protesto. É a que mais representa mesmo?

"Refuse/Resist" é uma música que foi feita para protesto. A música e o vídeo foram feitos com imagens de revoltas de outras partes do mundo. A ideia da música mesmo é protestar e resistir ao sistema. É uma música bem mais punk pro lado nas letras, tipo Jello Biafra, Black Flag, Discharge. Para mim é a que mais tem a ver, acho que até o riff dela é forte pra caralho, é um riff de guerra.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2530 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Roots Bloody RootsRoots Bloody Roots
Versão arrasadora com Soulfly e Igor Cavalera

Rock nacionalRock nacional
Ele está morto e todos viraram cervejeiros

Eu Toco RockEu Toco Rock
Documentário mostra dificuldade de viver do estilo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"

Melhores do metalMelhores do metal
Experts da MTV elegem Sabbath, Judas e Metallica

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose expulsa pessoa do show em Curitiba

5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários5000 acessosUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história5000 acessosIron Maiden: versões pesadas para clássicos do Rock4834 acessosAlice Cooper: possuído pelo espírito de uma bruxa morta em 16925000 acessosOrange.co.uk: site lista os rockstars mais controversos5000 acessosIgreja Universal: "curando" fã do Dimmu Borgir?

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online