Rolling Stones: Bill Wyman diz que banda forjava autógrafos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Giovanni G. Melo, Fonte: Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

De acordo com o ex-baixista dos ROLLING STONES, Bill Wyman, os membros da banda costumavam forjar assinaturas uns dos outros quando autografavam grandes quantidades de material. Quer dizer, todos menos Charlie Watts.

1153 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosMTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

"Todos nós aprendemos como assinar as assinaturas dos outros - com exceção de Charlie. Ele não faria isso. Mas eu, Keith, Mick e Brian poderíamos dar autógrafos uns dos outros", disse Wyman à Rolling Stone.

Então isso significa que o seu tão estimado autógrafo dos STONES pode ser uma falsificação. "Existem cenas de nós autografando coisas em vestiários. Houve pilhas e pilhas de livros a serem autografados, e cada um de nós apenas pegava um punhado e colocava o nome dos outros. Era a única forma de fazer aquilo. Não havia tempo, estaríamos no palco em 10 minutos", disse Wyman.

Logo, o único autógrafo que os fãs têm certeza da legitimidade é o do baterista Charlie Watts, que Bill diz ter sido a principal razão pela qual se juntou a seus antigos companheiros de banda no palco em 2012. "Foi bom, pois eu adorava tocar com Charlie. Percebi que não se pode voltar a algo do passado. Não é a mesma coisa, não funciona", completou.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Rolling StonesRolling Stones
Livro, novo álbum e documentário em breve

1153 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify255 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc152 acessosEm 05/07/1969: Stones tocavam para 500 mil pessoas no Hyde Park753 acessosMick Jagger: irmão acha que ele fará uma vasectomia0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rolling Stones"

KissKiss
"Estilos vêm e vão, ficam os Stones e o AC/DC"

MilionáriosMilionários
Os músicos mais ricos do Reino Unido

Led ZeppelinLed Zeppelin
Ronnie Wood se recusou a tocar no grupo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"

Melhores do metalMelhores do metal
Experts da MTV elegem Sabbath, Judas e Metallica

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose expulsa pessoa do show em Curitiba

5000 acessosNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!5000 acessosSlash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?5000 acessosAC/DC: os atrasos de Axl, Steven Tyler estava na lista5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N´ Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online