Queensryche: La Torre fala sobre vocais, palco e tecnologia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos


A revista grega Burst conduziu uma entrevista recente com o ex-vocalista do CRIMSON GLORY e atual QUEENSRYCHE, Todd La Torre. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Queensryche: veja apresentação da banda no MegacruiseFotos de Infância: Steven Tyler, do Aerosmith

Burst: Você já deu aulas de canto ou você é mais um auto-didata? Você acha que aulas de canto são essenciais?

Todd: Eu não sou um vocalista formalmente treinado e eu aprendi sozinho o que eu sei hoje. Eu acho que qualquer um, inclusive eu, poderia se beneficiar de um bom instrutor vocal, pois há muitas coisas a serem praticadas como se fosse um esporte, tais como técnicas de respiração e aprender como e onde o som realmente ressoa no corpo. Eu não acho que o trabalho esteja completo sem isso.

Burst: Você pode compartilhar conosco como você se juntou ao Crimson Glory? Como você se sente sendo comparado com o lendário vocalista Midnight?

Todd: Fui apresentado ao Crimson Glory pelo meu amigo Matt Laporte, que tocou guitarra no JON OLIVA'S PAIN. Fui convidado para ser um vocalista convidado para um show que a banda faria em memória do vocalista Midnight. Eu sinto que eu era capaz de capturar algumas dessas qualidades do Midnight, mas eu nunca realmente me comparei a ele, porque ele era tão único e especial em seu próprio jeito de ser. Eu fiquei muito honrado de ser aceito pelos fãs e eu fiz o melhor trabalho que eu pude.

Burst: O que te fez sair do Crimson Glory? Você poderia nos dar alguma luz sobre este assunto?

Todd: Bem, eu basicamente deixei o Crimson Glory devido à inatividade da banda. Estávamos trabalhando em um novo álbum conceitual e as coisas estavam indo muito bem, mas depois de algum tempo as comunicações parece que tinham sumido. Semanas viraram meses, e foi apenas algo que eu não estava disposto a continuar esperando. Desejo a todos os caras o melhor e eles são realmente grandes pessoas, então certamente não há ressentimentos.

Burst: Qual é a sensação de estar no palco?

Todd: O palco é um lugar muito confortável para mim. E sempre estive no palco, pelo menos como baterista, desde que eu tinha 14 anos. Estar à frente é diferente, é claro, mas estar no palco e com a banda me faz sentir em casa.

Burst: Você acha que os meios de comunicação social e as novas tecnologias têm influenciado a indústria da música de forma positiva ou de forma negativa? Já as novas tecnologias afetaram sua música? Como foi?

Todd: Obviamente, a tecnologia disponível tornou muito mais fácil para os músicos em gravarem suas próprias músicas e promovê-las online. A desvantagem da tecnologia de hoje é esse negócio de baixar músicas, os artistas sofrem monetariamente por causa da queda nas vendas de álbuns. As bandas tem que confiar principalmente na renda das turnês e merchandise.

Fonte original desta matéria:
http://blabbermouth.net/news.aspx?mode=Article&newsitemID=19...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Queensryche"


Queensryche: veja apresentação da banda no Megacruise

Heavy Metal: 10 vídeos involuntariamente engraçadosHeavy Metal
10 vídeos involuntariamente engraçados

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1990Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1990

Heavy Metal: dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gêneroHeavy Metal
Dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gênero


Fotos de Infância: Steven Tyler, do AerosmithFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith

Occult Rock: dez novas ótimas bandas para você conhecerOccult Rock
Dez novas ótimas bandas para você conhecer

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte

Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Metallica: Kirk Hammet e o livro de sua macabra coleçãoMetallica
Kirk Hammet e o livro de sua macabra coleção

Metallica: James Hetfield curte Motorhead enquanto dirige; assistaMetallica
James Hetfield curte Motorhead enquanto dirige; assista


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336