Tony Iommi: "É como se nós nunca tivéssemos nos separado"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Fernando Portelada, Fonte: blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 08/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Martin Boulton, do The Age da Austrália, recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista do BLACK SABBATH, Tony Iommi. Alguns trechos estão disponíveis abaixo.

0 acessosBlend Guitar: em vídeo, Top 10 Heavy Metal Bands5000 acessosMichael Kiske: "nunca fui chamado para o Iron Maiden"


Sobre a produção do novo álbum do grupo, “13”:

Iommi: “Quando começamos este projeto, fomos à casa de Rick [Rubin, produtor] e tocamos o primeiro álbum do BLACK SABBATH e ele disse: ‘Faz quanto tempo que vocês não o ouvem?’ Ele estava tentando nos colocar de volta naquela vibe que tínhamos... Nos fazer voltar ao básico.”

“Com o passar dos anos você se deixa levar por diferentes coisas... isto muda seu som e deus sabe o que mais, mas com este aqui, há muitos elementos daqueles primeiros álbuns e por mais que tenha várias coisas acontecendo, isso funcionou muito bem.”

“Rick estava dizendo que não importava a duração das músicas, então tocamos muitas das faixas ao vivo, e eu não fazia isso há um tempo. Eu continuava pensando que podíamos refazer uma parte ou outra, mas Rick dizia que ficava bom, que ficaríamos com elas, que estava bom. Foi algo bem peculiar, uma maneira bem diferente de fazer as coisas.”

“Ele não queria Ozzy nas harmonias, ele só queria o básico e o vocal em um tom baixo. Nós chegamos ao palco com ‘Never Say Die’, que Ozzy cantaria bem alto no estúdio, mas não conseguira fazer no palco, mas neste álbum, ele se manteve dentro de um alcance do que pode fazer ao vivo.”

Sobre trabalhar com outros vocalistas sob o nome do BLACK SABBATH, inclusive Ronnie James Dio, Glenn Hughes e Tony Martin:

Iommi: “Trabalhar com estas pessoas é realmente bom pra mim. Ronnie [que morreu em 2010] era ótimo, e Glenn é um grande amigo com uma ótima voz. É o tipo de pessoa que você não acha facilmente. Eu gosto de trabalhar com pessoas diferentes e pessoas assim... de todas as classes.”

Sobre como se sente em tocar com o vocalista Ozzy Osbourne e o baixista Geezer Butler novamente:

Iommi: “É como se nós nunca tivéssemos nos separado, para ser sincero. Todos fomos amigos por tanto tempo e é ótimo estarmos juntos novamente – realmente bom – e é uma boa maneira de finalizar tudo, eu acho, com a formação original.”

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

InglaterraInglaterra
Político acusado de ser nazista por causa do Sabbath

0 acessosBlend Guitar: em vídeo, Top 10 Heavy Metal Bands1964 acessosZakk Sabbath: banda de Zakk Wylde lança EP em junho459 acessosArquivo KZG: Gastão Moreira entrevista o Black Sabbath em 1992598 acessosHeavy Lero: Black Sabbath na edição #100, por Gastão e Clemente0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Veja a entrevista para o Fantástico da TV Globo

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
A estrada do Sabbath a Blizzard

Humor involuntárioHumor involuntário
As resenhas de discos da Rock Brigade na década de 80

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Michael KiskeMichael Kiske
"Eu nunca fui chamado para o Iron Maiden!"

NirvanaNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt

PanteraPantera
Histórias de horror na América do Sul

5000 acessosMTV Unplugged: As 25 melhores apresentações da história5000 acessosLady Gaga: tão empolgada que até pagou peitinho em show de Rock5000 acessosMetallica: "membros são mensageiros de Deus", diz pastor5000 acessosSlash: o que acontece quando ele toca "Sweet Child O' Mine"?5000 acessosQueen: satisfeitos com Lambert, não querem mais ninguém após ele5000 acessosJason Newsted: baixista explica por que acabou com o Newsted

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online