Bob Daisley: vendendo livro autografado pelo site oficial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Roman Pamboukian, Fonte: Site oficial, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos


O veterano baixista autraliano Bob Daisley(ex-RAINBOW, OZZY OSBOURNE, URIAH HEEP, DIO, BLACK SABBATH, GARY MOORE etc etc etc) anunciou que está vendendo cópias autografadas de sua recém-lançada autobiografia "For facts sake", que pode ser adquirida em sua página oficial aqui.

Músicas macabras: canções de temáticas aterrorizantes (vídeo)Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playback

"Ao longo dos anos, fui muitas vezes instado a escrever este livro e já não era sem tempo. Em entrevistas, conversas e fóruns de fãs na internet, pediram-me diversas vezes para colocar minhas experiências e aventuras no papel, e este livro é a culminação de muitas décadas de uma vida dedicada à música. Do grande espectro de artistas e personalidades da indústria do entretenimento com quem tive o prazer e a sorte de trabalhar, relato meu tempo passado com Chicken Shack, Mungo Jerry, Widowmaker, Rainbow, The Blizzard of Ozz, Uriah Heep, Ozzy Osbourne, Gary Moore, Black Sabbath, Dio e outros. Entre os que aparecem no texto, estão Bon Scott, John Bonham, Ritchie Blackmore, Ronnie Dio, Cozy Powell, Ozzy Osbourne, Lee Kerslake, Randy Rhoads, Jake E. Lee, Carmine Appice, Gary Moore, George Harrison, Zakk Wylde, Toni Iommi, Yngwie Malmsteen, Joe Lynn Turner, Tony Williams, Aynsley Dunbar, Bill Ward, Steve Vai, Steve Morse, Jon Lord, Don Arden, David Arden, Steven Machat, Sharon Osbourne e muitos outros, numerosos demais para citar aqui. Devido à enorme quantidade de fãs de cada um desses artistas, a demanda para que eu escrevesse o livro foi constante.

Esta é a história da minha vida como músico e compositor, numa carreira contínua que data de mais de quarenta anos até agora. Eu mesmo escrevi cada palavra, não houve co-autores ou ghost-writers. Embora a história comece com o meu nascimento, experiência familiar, infância e tempo na escola, o foco principal são as muitas realizações na música que tive a sorte de desfrutar. Minha jornada não foi fácil, mas foi no entanto interessante, criativa, recompensadora e bem-sucedida. Vim de um meio trabalhador nos subúrbios de Sidney, Austrália, e fui parar em Londres, trabalhando com os maiores nomes do rock. Incluí histórias de estrada, informações de bastidores de gravações, anedotas hilárias e causos de tragédia e tristeza. Está tudo aí - o nascimento de bandas bem-sucedidas, a composição das músicas, a gravação de discos clássicos e a verdade sobre quem contribuiu com o que nas composições e gravações. Eu revelei o engano, a traição, a injustiça, o escândalo e os litígios judiciais por que passei devido à ganância e o ego inerentes ao negócio da música. Também contei da alegria sincera e da satisfação que vêm com a criatividade, sucesso, camaradagem e amizade.

Mantive um diário desde o começo de 1976, então não houve chutes ou estimativas grosseiras; é tudo preciso, acurado e factual. A maioria das histórias nunca foi contada publicamente até agora. Eu não fiquei fazendo sensacionalismo ou trazendo sujeira à tona de ninguém, a verdade nua e crua e as dúzias de fotos nunca vistas antes são o suficiente para deixar tudo mais do que interessante.

Como compositor, baixista e letrista, tive o imenso prazer de ver o meu trabalho atingir um status icônico. Álbuns como os lendários "Blizzard of Ozz" e "Diary of a Madman" são apenas a ponta do Iceberg. Canções como "Crazy Train", "Mister Crowley", a controversa "Suicide Solution", "Flying High Again" - e muitas outras gravações com Ozzy e outros diversos membros da realeza do Rock - tornaram meu nome um sinônimo de clássicos.

Esta é a história "do pequeno subúrbio para o topo" da minha vida... com verrugas e tudo."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"Todas as matérias sobre "Uriah Heep"Todas as matérias sobre "Rainbow"Todas as matérias sobre "Black Sabbath"


Músicas macabras: canções de temáticas aterrorizantes (vídeo)

Grandes covers: cinco versões para Snowblind, clássico do Black SabbathGrandes covers
Cinco versões para "Snowblind", clássico do Black Sabbath

Black Sabbath: "The Wizard" está na trilha sonora da série "Peaky Blinders"Grandes covers: cinco versões para "Die Young", do Black Sabbath

Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockBateristas
5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do Rock

Grandes covers: cinco versões para a emocionante Changes, do Black SabbathGrandes covers
Cinco versões para a emocionante "Changes", do Black Sabbath

Black Sabbath: cronologia dos dez vocalistas que passaram pela banda (vídeo)Black Sabbath
Cronologia dos dez vocalistas que passaram pela banda (vídeo)

James Hetfield: Tony Iommi comenta sua volta à reabilitaçãoJames Hetfield
Tony Iommi comenta sua volta à reabilitação

Black Sabbath: Bill Ward lança música dedicada às vítimas de tiroteio em Las VegasBlack Sabbath
Bill Ward lança música dedicada às vítimas de tiroteio em Las Vegas

Black Sabbath: nova versão de War Pigs em trailer de King's Man; A OrigemBlack Sabbath
Nova versão de "War Pigs" em trailer de "King's Man; A Origem"

Grandes covers: cinco versões para Children Of The GraveGrandes covers
Cinco versões para "Children Of The Grave"

Em 25/09/1972: Black Sabbath lançava o inovador Vol. 4Em 25/09/1972
Black Sabbath lançava o inovador Vol. 4

Bill McClintock: Sabbath 3x, Creedence, Ozzy solo e Ohio Players juntos

Grandes covers: cinco versões para a imortal ParanoidGrandes covers
Cinco versões para a imortal "Paranoid"

Ozzy Osbourne: qual a música que mais marcou o madmanOzzy Osbourne
Qual a música que mais marcou o madman

Ozzy Osbourne: chorando na igreja com mulheres cantando Black SabbathOzzy Osbourne
Chorando na igreja com mulheres cantando Black Sabbath

Meet & Greet: Como os roqueiros de verdade se comportamMeet & Greet
Como os roqueiros de verdade se comportam

Black Sabbath: Uma foto oficial da mão que definiu o Heavy MetalBlack Sabbath
Uma foto oficial da mão que definiu o Heavy Metal


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

Ghost: De quais bandas brasileiras eles gostam?Ghost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoBlack Metal
Banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

Satanismo: O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?Satanismo
O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?

Bruce Dickinson: Ele deixou crescer um bigode mas não gostou do resultadoBruce Dickinson
Ele deixou crescer um bigode mas não gostou do resultado

Dave Lombardo: temáticas satânicas envelheceram com o tempoDave Lombardo
Temáticas satânicas envelheceram com o tempo


Sobre Mateus Roman Pamboukian

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336