Limp Bizkit: Fred Durst comenta suruba "naipe Mötley Crüe"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Por vezes, uma banda ou um artista bola uma frase tão perfeita que você tem que citá-la imediatamente. Por várias vezes, esse artista é FRED DURST.

1540 acessosTenho Mais Discos: oito gafes do mundo da música5000 acessosTop 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone

A edição - matriz – britânica da revista METAL HAMMER conversou com o líder fundador do LIMP BIZKIT para sua edição de agosto de 2013, e falou com ele sobre a incrível ascensão do LB à fama na virada do milênio e analisou a enormidade do fenômeno improvável que foi e ainda é o nu-Metal.

“Éramos as ovelhas negras – ou brancas”, declara Fred sobre o status de azarão da banda. “Nem tão hip hop nem tão metal. Mas a gente estava pouco se fodendo, e sempre tentamos dizer isso bem contundentemente. Isso foi uma das coias desagradáveis sobre nós.”

E daí, fudeu. O Limp Bizkit passou de uma das forças ascendentes do nu-Metal para uma das maiores bandas do planeta - e o bagulho ficou louco logo logo.

“Simplesmente aconteceu!”, explica o simpático caipirão de Jacksonville, Flórida. ”Não tivemos tempo para prestar atenção. Estávamos rindo todo dia do fato de que aquilo sequer existia, antes de mais nada. Eu sou um cara que não conseguia chegar perto de mulheres bonitas e xavecá-las. Eu fui disso pra multidões de pessoas que faziam qualquer coisa por mim. Teve uma vez que tinha, tipo, 15 mulheres inclinadas pra frente, e tinha outra mina colocando morangos no rabo delas. Eu pensei, “O que porra tá acontecendo?! Essas coisas não acontecem fora dos vídeos do Mötley Crüe!”

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

1540 acessosTenho Mais Discos: oito gafes do mundo da música0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Limp Bizkit"

Sharon OsbourneSharon Osbourne
Detonando o Limp Bizkit e o Iron Maiden

Kerry KingKerry King
Ele não entende como alguém pode gostar de Limp Bizkit

MetalMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Limp Bizkit"

Top 500Top 500
As melhores músicas da história segundo a Rolling Stone

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Edu Falaschi e Luciano Huck

Classic RockClassic Rock
Elegendo os 10 melhores álbuns de estréia

5000 acessosLemmy Kilmister fala de Sharon e Iron Maiden5000 acessosCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião5000 acessosBlues Pills: conheça o novo Led Zeppelin5000 acessosZakk Wylde para Phil Anselmo: "o que você está fazendo, cara?"3883 acessosMetal Hammer: os 50 melhores álbuns de 20155000 acessosSOAD: quando Shavo quase matou Brent Hinds em briga na MTV

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online