RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás

imagemO hit de Cazuza feito durante internação e que seria indireta para affair Ney Matogrosso

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagem"Hi Regis, I'm Paul!": o dia em que Paul McCartney ligou para Regis Tadeu

imagemO protagonismo do Sepultura em relação a Anitta, segundo João Gordo

imagemMembro do Guns N' Roses vai na Galeria do Rock de SP e compra camiseta oficial

imagemRenato Russo tentava boicotar Legião marcando show em dia de jogo na copa de 1994

imagemBob Dylan revela como conhecer seu maior ídolo o fez deixar de venerar pessoas

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemA surpreendente música do Metallica que Trujillo mostraria para quem não conhece a banda

imagemPor que Casagrande precisou de escolta de psicóloga para participar de programa de Gordo?

imagemBlack Sabbath: 4 obscuras influências musicais da formação original

imagemGuns N' Roses no Allianz Parque de SP: veja setlist e vídeos da apresentação

imagemO motivo pelo qual Pete Townshend disse se arrepender de integrar o The Who


NFL Steve Harris

Jon Oliva: onde os fãs estavam quando a banda precisou?

Por Fernando Portelada
Fonte: BraveWords
Em 02/07/13

O vocalista e multi-instrumentista e lenda do SAVATAGE, Jon Oliva, é a estrela de uma nova entrevista com o Metal Meltdown, discutindo seu novo álbum solo, "Raise The Curtain". Um trecho está disponível abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o "Raise The Curtain": "É na verdade somente uma pausa do JON OLIVA'S PAIN. Foi quando Matt falaceu. Isso me fodeu, cara. Foi como reviver a coisa com Criss toda de novo. Eu falei com Matt um dia antes de sua morte. Tudo estava bem, e bla bla bla. Foi como quando Criss faleceu. Eu havia falado com Criss um dia antes, na casa de Paul, e 'boom', no próximo dia ele havia partido. Eu fiquei realmente deprimido e foi como: 'Preciso dar um tempo, cara'. Eu tinha esses últimos riffs que Criss deixou, foram na verdade as primeiras músicas que escrevemos juntos, e eu fiquei : 'Antes que eu empacote, cara, eu tenho que colocar essas coisas lá fora'. E eu disse: 'Eu vou fazer isso agora, é o momento de fazê-lo.' Eu preciso de uma pausa dessa coisa de banda. Eu não queria substituir Matt logo de cara, eu não queria lidar com essa merda. Eu precisava de algo para ficar ocupado. foi como ter o 'Handful Of Rain' todo de novo após a morte de Criss. O 'Handful Of Rain' foi quase um álbum solo. Eu tinha algumas pessoas me ajudando, eu tinha Paul, obviamente, e Zak, e Alex Skolnick. Mas além disso, todo o 'Handful Of Rain' foi comigo."

Sobre o SAVATAGE: "Tudo se resume, infelizmente, a ganhar a vida. Nós não temos mais 21 anos. Nós demos os melhores anos de nossas vidas ao SAVATAGE. Quando as pessoas, algumas vezes, ficam irritadas comigo por causa disso, eu penso: 'Onde diabos vocês estavam quando precisávamos que vocês comprassem os discos?'. Se o SAVATAGE tivesse lançado o 'Dead Winter' e vendesse 2 milhões de cópias, nós não teríamos esta conversa agora. Alguém me explique como eu poderia lançar a mesma música no outro ano e ela vender milhões. E eu ando por aí com 6 discos de platina na minha parede e nenhum deles tem o nome do SAVATAGE. O que eu deveria fazer? Eu tenho uma família para cuidar. Eu tenho responsabilidades. Eu dei tanto tempo para a banda quanto foi possível. Agora eu tenho algo que está fazendo muito sucesso. Isso pagou as contas para todos, proveu um meio de vida para todos os caras do SAVATAGE. Nós ainda somos uma família, nós ainda estamos juntos, nós ainda nos amamos. Por que eu iria fazer algo para destruir isso? Por que eu iria ligar a chave da ganância sobre isso, ensaiar uma semana e fazer um álbum do SAVATAGE? Não faz sentido para mim."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Áudio completo da entrevista, em inglês, no link abaixo.

http://www.metalmeltdown.com/1/post/2013/06/interviews-jonoliva2013.html

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Bill Hudson: BR bangers são persecutivos e têm baixa autoestima

Jon Oliva: onde os fãs estavam quando a banda precisou?

Savatage: O clássico Power Of The Night comentado Por Jon Oliva

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada.