GN'R: surge documento provando mentira de Duff e Slash sobre Axl

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O wrestler estadunidense conhecido na internet - e em especial, pelos fãs de GUNS N' ROSES - MISTER SAINT LAURENT, divulgou na madrugada de ontem, 2 de dezembro um scan que integraria o mítico contrato assinado entre os membros remanescentes do GN'R original [W. AXL ROSE, DUFF MCKAGAN e SLASH] e que firmava que, mediante a dissolução do grupo, Axl teria o direito de utilizar o nome e a marca como bem entendesse.

Guns N' Roses: Deathstroke toca "November Rain" no pianoSlipknot: "pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Laurent criou certa reputação quando o assunto é a decana banda angelena: ele foi investigado pelo FBI por 'vazar' faixas de "Chinese Democracy", teve acesso ao vídeo de "Better" [que vazou bem depois e confirmava a descrição que ele havia dado], além de ter sido o destinatário de centenas de documentos retirados -ilegalmente - da caixa de email do próprio Axl, ocasião à qual comunicou os empresários da banda e colocou-se à disposição para qualquer esclarecimento. Ele afirma já ter ouvido quase todas as faixas gravadas para o que acabou sendo "Chinese Democracy".

O texto abaixo é uma tradução de seu post original em inglês, no qual ele discorre sobre a discrepância entre as histórias que Duff e Slash vêm contando há anos e o que o contrato mostra.

Tire sua própria conclusão:

[...]

Nas páginas 221 e 222 de sua autobiografia, "É Tão Fácil [E Outras Mentiras]", DUFF MCKAGAN afirmou que ele assinara o acordo de parceria/sociedade da marca GUNS N' ROSES no dia 5 de julho de 1993, sob pressão, na coxia de um show do GN'R em Barcelona, Espanha.

"Com o público lá fora já começando a ficar inquieto, o cara então deu a entender que Axl não subiria ao palco naquela noite a menos que assinássemos os documentos."

"Eu imaginei pessoas se ferindo se um tumulto tivesse início - pelo menos era esse o meu medo. E eu estava tão exausto - parecia que eu vinha arrastando uma casa nas costas pelos últimos dois anos. Além disso, na época eu nunca achei que o GN'R pudesse existir sem nós. A ideia parecia ridícula, e sendo assim, talvez os documentos não precisassem ser montados."

"Foda-se. Eu assinei. Assim como Slash."

Apesar de Duff afirmar que ele e Slash assinaram o acordo em 1993, Slash disse à [revista estadunidense] ENTERTAINMENT WEEKLY em 2002 que ele e Duff haviam assinado o tal contrato que garantia o uso do nome GN'R a AXL também sob pressão, também na coxia de um show, mas em 1992.

"Antes de um show, certa noite de 1992, Axl nos entrega um contrato que diz que se a banda se romper, ele fica com o nome."

"Infelizmente, nós assinamos. Eu achava que, de outro modo, ele não subiria ao palco."

Enquanto Duff afirma que o ocorrido se deu em 1993 e Slash diz que foi em 1992, as versões do baixista e do guitarrista possuem algo em comum:

- Ambos afirmam que assinaram o contrato em um show do Guns N' Roses;

- Ambos afirmam que o assinaram no mesmo dia;

- Ambos afirmam que eles o fizeram porque temiam que Axl se recusasse a subir no palco naquela noite.

W. Axl Rose tem negado completamente os dois relatos, apontando - corretamente - que caso tais versões fossem autênticas, o acordo não teria valor, devido ao fato de ter sido firmado mediante pressão.

Mas quando foi exatamente que Slash e Duff assinaram o acordo de sociedade? Vejamos o documento abaixo [atente para as datas no fim do scan]:

O Guns N' Roses terminou um trecho da turnê pelos EUA no dia 6 de outubro de 1992 em Seattle, Washington. A banda não faria outro show até o dia 25 de novembro em Caracas, Venezuela [quase dois meses depois].

Slash assinou o acordo em 15 de outubro de 1992. Duff McKagan o assinou no dia 21 de outubro do mesmo ano.

O Guns N' Roses não estava sequer em turnê quando Duff e/ou Slash assinaram o contrato. É literalmente 100% impossível que Slash E Duff estejam dizendo a verdade. Não se trata apenas de uma questão de esquecer as datas, trata-se de perpetrar, de modo diabólico, uma fraude no público com o único intento de demonizar a imagem de W. Axl Rose.

Por mais de dez anos, os fãs tem se perguntado quem estava falando a verdade e agora temos a prova definitiva que a atribui a Axl.

O Guns N' Roses não estava fazendo shows quando Slash e Duff McKagan assinaram o contrato que estabelecia o direito do nome GN'R.

As versões de ambos não apenas são impossíveis, mas também fica estabelecido que suas histórias não são nada além de um ardil manipulador tramado especificamente para fazer com que os fãs acreditassem que Axl estava disposto a colocar a segurança de todos em risco como uma arma na negociação e que Slash e Duff haviam heroicamente colocado a segurança dos fãs à frente de seus próprios interesses financeiros.

Se Slash e Duff estavam dispostos a contar uma mentira tão descarada e dessas proporções para colocar o público contra Axl e a favor deles, sobre o que mais teriam mentido? [...]




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Slash"


Guns N' Roses: Deathstroke toca "November Rain" no piano

Gugu Liberato: relembrando encontro com Slash em homenagem ao apresentadorGugu Liberato
Relembrando encontro com Slash em homenagem ao apresentador

Ozzy Osbourne: é de Slash a guitarra da nova música - ouçaOzzy Osbourne
é de Slash a guitarra da nova música - ouça

Guns N' Roses: Not In This Lifetime Tour rendeu mais que meio bilhão de dólaresGuns N' Roses
"Not In This Lifetime" Tour rendeu mais que meio bilhão de dólares

Guns N' Roses: e se Welcome to the Jungle fosse do Rammstein?Guns N' Roses
E se "Welcome to the Jungle" fosse do Rammstein?

Slash: com visual rebelde, filhão completa 17 com carrão na mãoSlash
Com visual rebelde, filhão completa 17 com carrão na mão

Guns N' Roses: Slash parabeniza Neil Young (com certo atraso) pelo InstagramGuns N' Roses
Slash parabeniza Neil Young (com certo atraso) pelo Instagram

Myles Kennedy: quais as semelhanças e diferenças entre Slash e Mark TremontiMyles Kennedy
Quais as semelhanças e diferenças entre Slash e Mark Tremonti

Guns N' Roses: Taylor Hawkins foi aconselhado por Roger Taylor a não entrar na bandaGuns N' Roses
Taylor Hawkins foi aconselhado por Roger Taylor a não entrar na banda

Guns N' Roses: Welcome to the Jungle em 20 estilos diferentes!Guns N' Roses
"Welcome to the Jungle" em 20 estilos diferentes!

Slash: em vídeo, os dez melhores solos do guitarristaSlash
Em vídeo, os dez melhores solos do guitarrista

Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose


Slipknot: pastor detecta mensagens subliminares nas capasSlipknot
"pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

Dream Theater: os segredos do álbum OctavariumDream Theater
Os segredos do álbum Octavarium


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336