Rhapsody of Fire: a substituição de Turilli e a recepção do álbum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Moreno Machado, Fonte: Metal Storm
Enviar correções  |  Ver Acessos

O tecladista ALEX STAROPOLI, líder remanescente da banda italiana RHAPSODY OF FIRE, concedeu uma entrevista ao portal MetalStorm, em que fala, entre outras coisas, da saída de LUCA TURLLI, da escolha de seu substituto e da recepção do último lançamento da banda, "Dark Wings of Steel", pelos fãs.

Turilli-Lione Rhapsody: banda anuncia quatro shows no Brasil em 2020Bateristas: Os 30 melhores de todos os tempos

Sobre a separação da banda em meados de 2011, ALEX STAROPOLI disse que a "magia" vinha sendo perdida há anos, mas que, até aquele momento, os prós ainda separavam os contras. Teria, então, chegado o momento em que os amigos de longa data concluíram que a melhor escolha, para ambos, seria a de cada um tomar seu caminho (N.R.: A última apresentação da banda antes da separação foi no Wacken Open Air de 2011, na Alemanha).

Como LUCA TURILLI fazia questão de ter o então baixista da formação, PATRICE GUERS, e o segundo guitarrista, DOMINIQUE LEURQUIN, em sua nova banda, STAROPOLI, que era indiferente à permanência deles no RHAPSODY OF FIRE, não se opôs à saída e optou por escolher novos membros.

O próprio LUCA TURILLI teria sugerido a escolha de ROBERTO DE MICHELI para o seu lugar, até mesmo pelo fato de ele já ter integrado a banda, ainda que na época da gravação das primeiras demos. A admiração ao trabalho de ROBERTO DE MICHELI é tanta que a banda sequer cogita a contratação de um segundo guitarrista (N.R.: ainda que isso possa prejudicar a pegada das performances ao vivo, que podem voltar a ser cheias de samples e gravações de estúdio).

Sobre a recepção do último álbum de estúdio da banda, "Dark Wings of Steel", STAROPOLI disse que as reações têm sido variadas. Durante a composição, a intenção foi a de diminuir as orquestrações épicas e basear a sonoridade da banda nas guitarras. Houve, por isso, reações mais extremas, considerando o trabalho como o melhor ou pior já realizado, muito embora a maior parte das reações tenha sido positiva.

A íntegra da entrevista pode ser conferida em
http://www.metalstorm.net/pub/interview.php?interview_id=699...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rhapsody"


Turilli-Lione Rhapsody: banda anuncia quatro shows no Brasil em 2020Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Rhapsody: o Angra reabriu as portas do metal, diz Luca TurilliRhapsody
O Angra reabriu as portas do metal, diz Luca Turilli

Metal Medieval: confira 10 bandas de temáticas medievaisMetal Medieval
Confira 10 bandas de temáticas medievais

Rhapsody: Vai levar algum tempo para a banda se reagruparRhapsody
"Vai levar algum tempo para a banda se reagrupar"


Bateristas: Os 30 melhores de todos os temposBateristas
Os 30 melhores de todos os tempos

Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburreceOlavo de Carvalho
Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Poison: Bret passou o cambão na mãe da Hannah Montana?Poison
Bret passou o cambão na mãe da Hannah Montana?

Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Metallica: músicos regravam o St. Anger da forma correta - ouçaMetallica
Músicos regravam o St. Anger "da forma correta" - ouça

Scorpions: Axl/DC, uma coisa bem estranha, diz Rudolf SchenkerScorpions
Axl/DC, uma coisa bem estranha, diz Rudolf Schenker

Monsters Of Rock 2015: a loira que deu show com o Steel PantherMonsters Of Rock 2015
A loira que deu show com o Steel Panther


Sobre Fernando Moreno Machado

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernando Moreno Machado no Whiplash.Net.

adGooILQ