Angra: Heavynroll entrevista Felipe Andreoli

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Geraldo Andrade, Fonte: Heavynroll
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/04/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Ele já foi considerado um dos 10 melhores baixistas do mundo, toca numa das maiores bandas de metal do mundo, o ANGRA.

1136 acessosAngra: Edu Falaschi fala, em vídeo, sobre os membros da banda5000 acessosMulheres: as bandas mais famosas em suas versões femininas

Já rodou o mundo tocando baixo, com muitas feras do rock mundial.

Conversei com o baixista FELIPE ANDREOLI, ele falou da sua história, do ANGRA do ALMAH e de todos os seus projetos, e muito mais.

Vale a pena conferir!

HEAVYNROLL - Pelas minhas contas, você vai completar 13 anos de ANGRA em 2014, qual foi o pior e o melhor momento nesses anos?

FELIPE - O pior momento é sempre aquele que a banda está sofrendo internamente, seja por um motivo ou outro, dos mais diversos.

Na época da saída do AQUILES, foi muito ruim para a banda, na verdade, todas as saídas de integrantes foram muito traumáticas no ANGRA, sempre aconteceram nos piores momentos.

O melhor? São vários, tive a oportunidade de rodar o mundo, tocando um som em que acredito, não precisando tocar nada o que não gosto, para conseguir esse objetivo e dividir o palco com bandas das quais eu sou fã.

Foi muito bacana, conheci muita gente e ainda continua acontecendo e, esses bons momentos vão continuar vindo. O ultimo bom momento, que posso citar, foi à gravação do DVD, em São Paulo.

Que culminou com um ano de muito trabalho e esforço.

HEAVYNROLL - Seu álbum de estreia na banda, foi “Rebirth”, ali surgia um novo ANGRA, você pode dizer qual a importância desse álbum na sua carreira?

FELIPE - "Rebirth" tem uma importância fundamental na minha carreira, foi quando as coisas realmente começaram a acontecer para mim como baixista profissional.

Eu já tinha tocado com PAUL DIANNO, feito uma tour e um disco com ele, mas, não teve, nem de longe o mesmo impacto e importância, como ter gravado esse disco com o ANGRA.

Foi o começo de um grande aprendizado para mim, eu não sabia nada, eu era muito cru, vinha de uma banda legal, o KARMA, e de outros projetos experiências, mas, nada dessa magnitude.

Nesse primeiro ano de ANGRA, eu aprendi demais, e ao longo dos anos de ANGRA, aprendi muita coisa, mas, foi no "Rebirth" que tudo começou.

HEAVYNROLL - O ANGRA está na tour de 20 anos do ótimo "Angels Cry", como está sendo a recepção dos fãs e mídia?

FELIPE - A tour de 20 anos está indo muito bem, é uma tour de retorno, de certa forma.

Depois da saída do EDU, e a entrada do FÁBIO, uma fase muito boa, em todos os sentidos, de muita maturidade.

Tanto os fãs, como os veículos de imprensa, estão percebendo essa boa fase e essa alegria que a gente tem em fazer o que estamos fazendo.

Isso está transparente nos shows, tivemos shows fantásticos.

Agora em Maio, vamos ter mais datas e vai ser super-bom, também!

HEAVYNROLL - Para quando podemos esperar o novo álbum do ANGRA?

FELIPE - Queremos lançar ainda este ano, mas, não estamos colocando nenhuma pressão com relação à data, porque queremos fazer um bom álbum, independente de quando vai ser lançado.

Acho que vai ser esse ano, mas, não posso dizer com certeza! 

Leia a matéria completa no link abaixo:
http://heavynrollspace.blogspot.com.br/2014/04/angra-felipe-...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

AngraAngra
Edu Falaschi fala, em vídeo, sobre os membros da banda

319 acessosKiko Loureiro: vídeo completo de workshop online do guitarrista258 acessosRio Rock City: melhores introduções de baixo da atualidade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

MegadethMegadeth
Tocar com Kiko e Adler é como um grupo de 4 rockstars

AngraAngra
Problemas não se resolvem com sonho de doce de leite

Dave MustaineDave Mustaine
Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

MulheresMulheres
As bandas mais famosas em suas versões femininas

Câncer na línguaCâncer na língua
Entenda a doença de Bruce Dickinson

Frances BeanFrances Bean
Filha de Kurt Cobain assustada com tatuagem de fã

5000 acessosFotos de Infância: Slayer5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 805000 acessosDavid Bowie: morte de músico foi um suicídio assistido?5000 acessosKirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"5000 acessosMetallica: James Hetfield não queria lançar "Nothing Else Matters"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de abril de 2014

Sobre Geraldo Andrade

Geraldo "Gegê" Andrade é blogueiro e colaborador no Blog Heavynroll, de Caxias do Sul/RS. Iniciou sua paixão pelo rock n roll, principalmente o heavy metal, nos anos 80, quando pela primeira vez, ouviu um álbum da banda KISS. Tem um currículo com mais de 150 shows, de bandas nacionais e internacionais. Já participou como jurado em festivais de rock na cidade de Caxias do Sul. Está se tornando um especialista em entrevistas, já tendo entrevistado vários músicos nacionais e internacionais. Apoia muitas bandas do underground, pelo Brasil inteiro. Estudante de Comunicação Social – Jornalismo, na Universidade de Caxias do Sul/RS.

Mais matérias de Geraldo Andrade no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online