Chickenfoot: "Gravar outro disco seria desperdiçar dinheiro"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

Na semana passada, quando o primeiro show de SAMMY HAGAR com o VAN HALEN aniversariou, o site Ultimate Classic Rock conversou com o Red Rocker, e a inevitável indagação sobre o futuro do CHICKENFOOT veio à tona. Veja o que ele respondeu:

[...]

Eu sei que vocês tem um álbum do CHICKENFOOT planejado para não sei quando. Que tipo de trabalho vocês já fizeram em cima disso até agora?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nenhum. Eu mandei umas letras para Joe dia desses, que eu achei que eram muito boas, como ‘Come Closer’, naquele tipo de letra. Eu estava acordado até tarde certa noite e compus algo bem pessoal e ‘Come Closer’ fora assim. Eu mandei para ele e ele escreveu a música em cima. Daí eu mandei outra coisa e ele responde e diz, ‘Ah, tem uma prosa muito boa aqui – eu amo essa letra, mas o que eu deveria fazer com ela?’ e eu digo, ‘Vamos escrever uma música’ e ele manda, ‘Por que, vai ter outro disco do Chickenfoot?’, como se estivesse questionando isso e eu repliquei, ‘Não sei, vai?’ [risos]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Esse é o tipo de coisa com o Chickenfoot. Está ali, e eu não nos vejo empurrando tudo mais em nossas vidas e fazendo isso agora. Todos nós estamos ocupados pelo verão todo e as coisas estão acontecendo. A ideia de não haver mais um disco do Chickenfoot é altamente improvável, porque é muito bom e todos nos amamos demais. Fazê-lo é apenas diversão. Só que é muito difícil gravar um disco hoje em dia. Como você sabe muito bem, eu gastei muito dinheiro e criatividade em meu último CD, do qual tenho muito orgulho. ‘Winding Down’ é a melhor coisa que já criei na vida… uma das coisas mais legais que já fiz em toda minha carreira.. e daí com ‘All We Need Is An Island’, e tudo entre as duas, é tipo ‘Wow, eu estou adorando que isso seja tão experimental e de espírito tão livre e são livre artisticamente. ’

publicidade

Vendeu cerca de 44 mil cópias mais ou menos. Vou te dizer, graças a deus que eu não preciso de dinheiro, porque aquele disco teria me colocado debaixo da ponte. Sabe, eu provavelmente perdi 150 mil dólares e detesto ter que falar de dinheiro assim, mas é verdade. Me custou 150 mil, mais do que eu ganhei com aquele disco. E sabem a gravadora perdeu dinheiro e é tipo, ‘Deus, por que fazer tudo isso com todo mundo?’ Eu quero fazer discos e eu amo música e eu amo compor, mas, meu deus. Ir com o Chickenfoot hoje em dia e gastar tanto dinheiro como gravamos em um disco, porque eu sou dono de meu próprio estúdio e nós o usamos parte do tempo, mas sabe, ainda há certas coisas, ter quatro caras andando de avião por aí e vindo e ficando em hotéis e alugando carros, custa duas vezes mais fazer um disco do Chickenfoot e eu fico pensando, ‘Quem é que quer perder meio milhão de dólares? Okay, eu quero – vamos fazer o Chickenfoot de novo!’ Sabe como é? É loucura. É um mundo muito estranho lá fora pra esse tipo de música. Meu disco saiu e vendeu perto de 17900 cópias, por ai, na primeira semana e chegou ao #22 das paradas. Drake vendeu 670 mil e chegou ao #1. Elton John vende 40 mil e chega a #3. Tipo, ‘Vai se fuder!’ Me entende?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

[...]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de ChampignonTico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Metallica: os fantasticos carros de James HetfieldMetallica
Os fantasticos carros de James Hetfield


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Goo336 Cli336 WhiFin Goo336 Goo728