Dream Theater: "Foi embora de vez, para sempre", diz Mangini sobre Portnoy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Pontes, Fonte: Território da música
Enviar correções  |  Comentários  | 

O baterista do Dream Theater, Mike Mangini, concedeu recentemente uma entrevista para o site Território da Música, onde falou sobre a próxima vinda da banda para o Brasil.

920 acessosRio Rock City: Mike Portnoy e a carreira depois do Dream Theater5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Durante a entrevista, o músico foi questionado se havia tido alguma pressão dos fãs em substituir um dos fundadores do Dream Theater, Mike Portnoy. Mangini respondeu: "Eu senti uma ótima pressão. Uma pressão bem-vinda, que eu adoro, da qual eu vivo."

Mangini ressaltou sua confiança e habilidade, "Veja, eu sou uma pessoa bem confiante, porque tenho a habilidade física para tocar bateria e para aprender a tocar a parte de outra pessoa.", mas lembrou, "Não sou Mike Portnoy, não vou tocar tudo como Mike toca, senão ele não seria ele e eu não seria eu.".

Sobre o fato de alguns fãs não irem aos shows por conta da mudança na formação, Mike disse entender que Portnoy é como um "herói" para os fãs, mas salientou de forma bem clara, "o fato é que ele não está mais no Dream Theater. Ele foi embora de vez, para sempre. De vez, de vez, de vez." e completou, "Agora, no que diz respeito ao Dream Theater, eles (fãs) podem vir tentar viver a experiência do que estamos fazendo ou podem não ir. Eles podem ir para outro lugar, podem ir no show do Mike. Eu não quero dizer que não importa, porque é uma coisa triste. É uma pena, mas até que eles vejam o show...".

Para ler a entrevista na íntegra acesse:

http://www.territoriodamusica.com/noticias/?c=36845

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 26 de agosto de 2014
Post de 29 de agosto de 2014

Mike PortnoyMike Portnoy
O que ele acha sobre "estar em muitas bandas"?

920 acessosRio Rock City: Mike Portnoy e a carreira depois do Dream Theater961 acessosDream Theater: Images and Words conquistando gerações após 25 anos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

John PetrucciJohn Petrucci
Pink Floyd é Progressivo, embora os caras não fossem muito técnicos

John PetrucciJohn Petrucci
"Quanto tempo fiquei sem tocar guitarra?"

Dream TheaterDream Theater
Mangini ficou boquiaberto com The Astonishing

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"0 acessosTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"

MegadethMegadeth
As 10 maiores tretas da história de Dave Mustaine

Musical BoxMusical Box
Os vinte discos seminais do Hard Rock

Teoria da ConspiraçãoTeoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

5000 acessosDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele5000 acessosHistória do Rock: dos primórdios aos anos 705000 acessosMarcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden4603 acessosHeavy Metal: 30 clássicos em apenas um minuto5000 acessosEvanescence: Biel "pediu" estupro de Amy Lee em tweet antigo5000 acessosGwar: "Oderus Urungus" é queimado em memorial ao vocalista

Sobre Paulo Pontes

Nascido em Valinhos, interior de São Paulo, é estudante de jornalismo e iniciou-se no universo do rock ouvindo Guns n' Roses. É fã de Led Zeppellin, Richie Kotzen e Edguy, mas adora o rock em todas as suas vertentes, do Classic Rock ao Black Metal. Depois de escutar o refrão de "Eagle Fly Free" pela primeira vez, passou a curtir muito Power Metal, e achou que jamais iria ouvir um refrão tão bom quanto aquele dentro de tal vertente, realmente estava certo, ainda não ouviu. Casado e pai de duas lindas meninas, também se diverte muito com bons filmes e livros.

Mais matérias de Paulo Pontes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online