Scott Ian: o pior momento na história do Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Em um trecho do livro "I’m The Man: A história oficial do Anthrax", a muito aguardada autobiografia de Scott Ian, um membro fundador da lendária, quebradora de barreiras e influente banda de thrash metal, ANTHRAX, Ian detalha as crescentes tensões com Neil Turbin, vocalista do grupo no álbum de estreia, "Fistful Of Metal", de 1984– e a separação com o baixista original Danny Lilker, um período de tempo que Scott descreve como "para mim, o pior momento na história do ANTHRAX."

Chadwick Boseman: Mick Jagger, Slash e outros músicos lamentam morte do ator

Black Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Assim que começamos a turnê de divulgação de ‘Fistful Of Metal’, Neil ficou ultra arrogante", escreve Scott. "Ele sentia que era o chefão e se tornou totalmente inflexível. Sua atitude era: ‘Eu sou o vocalista, e é do meu jeito ou de jeito nenhum.’ Ele achava que estaríamos mortos sem ele. A grande merda era que ele estava certo. Nós estávamos subindo rápido. Jonny Z [fundador do Megaforce Records] estava nos agenciando, ele estava trazendo o RAVEN de volta, no verão de 1984, para fazer uma turnê como eles tinham feitos no ano passado, com abertura do METALLICA, e dessa vez nós estávamos agendados para abrir todas as datas, começando em 30 de maio. Tudo estava anunciado e planejado, e se nós perdêssemos nosso vocalista, nós teríamos que cancelar. Jonny não ia nos esperar. Havia outras bandas na conversa, como o OVERKILL e o LEGACY (que se tornou o TESTAMENT). Nós tínhamos que continuar enquanto o time estava ganhando e isso deu a Neil a habilidade de aplicar essas jogadas de poder."

"A coisa mais imbecil que Neil fez foi quando ele despediu Danny Lilker pelas nossas costas, após o lançamento de ‘Fistful’ em janeiro de 1984. A principal razão disso, em minha opinião, foi porque Danny é mais alto que ele. Ele honestamente não achava que alguém deveria ser mais alto que o vocalista no palco. Ele achava que isso fazia com que ele parecesse mal, então tentava ficar o mais longe de Danny possível, o que é bem difícil quando você está tocando em palcos do tamanho de mesas de ping pong."

"I’m The Man: A história oficial do Anthrax"será lançado em 14 de outubro pela Da Capo Press, um membro do Perseus Book Group.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280