Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemDavid Bowie recusou (mais de um) convite para produzir o Red Hot Chili Peppers

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemAC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show


Airbourne 2022

Limp Bizkit: "Heavy Metal é algo chato pra caramba"

Por Bruce William
Fonte: Stereo Gum
Em 04/02/15

Em entrevista ao Stereogum, Wes Borland, guitarrista do Limp Bizkit, fala sobre ser músico e a influência do Heavy Metal, confira abaixo alguns trechos, começando por Wes respondendo à pergunta se odeia tocar na sua banda.

Não, eu não odeio estar no Limp Bizkit. Sei bem o que minha banda representa. Eu entendo que milhares de pessoas não gostem e pensem que é uma piada. E ao mesmo tempo nós temos uma forte base de fãs que é ótima. E é algo do qual sempre fiz parte, mesmo que tenho saído e voltado, mas sempre foi a minha banda, mesmo que algumas pessoas pensem que é algo idiota, ou que alguns elementos dela não sejam descolados, não importa. Sempre fizemos shows muito divertidos.

(...)

É tipo, eu realmente gosto muito da minha banda. Ouço esse tipo de música? Não. Mas participo da minha banda e gosto de tocar com os caras? Sim, me sinto em casa. Conheço-os há vinte anos e me desenvolvi como músico tendo John na bateria e Sam no baixo, e faz parte de meu DNA, eu penso. Me faz sentir bem.

Em outro ponto da entrevista, um dos entrevistadores relata que num debate ocorrido na Stereogum, alguém que trabalha no site diz que o Limp Bizkit, junto com outras bandas, destruíram o Metal nos anos noventa, e que só agora o gênero está se recompondo.

Eu acho que Heavy Metal é algo chato pra caramba, tanto que eu gostaria de acertar meus olhos com chaves de fenda. Nos 90's tentamos fazer algo com o Metal, levá-lo a uma nova direção, misturando bandas de Metal com coisas que estava na onda do movimento grunge, como Helmet e Primus ou até mesmo Pantera e Melvins - pegando aqueles riffs matadores do Helmet e combinando com riffs do Carcass e transformando tudo numa música de hip hop do Ministry.

Esta era a ideia da época, e não sabíamos onde iria parar. Felizmente para caras como este aí, o Metal voltou a ser o que era. Então obviamente nada foi perdido pois foi apenas um período de experiência e tentar seguir em certas direções e ver o que acontecia. E nunca dissemos que fazíamos Metal. Tínhamos o gênero apenas como influência, e acho bizarro que tem quem fique bravo apenas por causa disto!"

A entrevista completa (em inglês) está no link abaixo:

http://www.stereogum.com/1733483/qa-wes-borland-tells-us-whether-he-really-hates-being-in-limp-bizkit-and-why-fleet-foxes-are-bad-for-music/interviews/

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemLimp Bizkit divulga vídeo oficial da música "Dad Vibes"; assista aqui

imagemJacoby Shaddix (Papa Roach) diz odiar termo "nu metal" e alfineta vocal do Limp Bizkit

imagemLimp Bizkit: Fred Durst aparece com novo visual e é comparado com Doutor Chapatin

Provocações: As canções cheias de indiretas entre artistas do rock

Limp Bizkit: todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer




Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.