Rock e literatura: o livro "Alice Black - Princesinha do Inferno"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Henrique Martins Abbud, Fonte: Planos e Fugas
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/08/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

E se um fã de rock descobrisse que todas as letras, símbolos e capas de álbuns são apenas reflexos de uma intensa realidade oculta para meros mortais?

777 acessosAlice in Chains: "voltaremos a Seattle para gravar próximo álbum"5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980

Essa é a situação da protagonista de "Alice Black - Princesinha do Inferno", romance que a Editora Autografia lançará durante a Bienal 2015.

Segundo os autores Carlos Henrique Abbud e Flávia Gonçalves, " A intenção era criar uma história que envolvesse fantasia, aventura, romance e música - principalmente o Rock - sendo esse gênero a inspiração maior para a construção do ambiente."

Sinopse

Alice é roadie da Mell's Angels, uma banda de rock iniciante, cuja estrela é sua irmã mais velha. Humilhada constantemente pelos integrantes, sua situação piora quando descobre que eles venderam sua alma em troca de sucesso imediato. Lançada no submundo, enquanto a banda desponta para o estrelato, Alice inicia uma louca jornada através dos perigos, descobertas, desafios, e - por que não? – encantos de um inferno totalmente rock and roll, governado por um Príncipe das Trevas que talvez nem seja tão terrível assim...

Sobre a obra

O nome da protagonista foi inspirado por ícones do rock (ALICE COOPER, AlICE IN CHAINS), sendo o "Black", literalmente ou simbolicamente, algo intrínseco a esse estilo. A história é narrada de forma descontraída, sendo os elementos do sobrenatural tratados de maneira satírica. Os aspectos "assustadores" da mitologia associada ao rock - pactos, rituais, ícones - surgem de maneira bem humorada. O subtexto da história seria: "não leve nada disso tão a sério", o que se relaciona com a postura da maioria das bandas mais polêmicas. Sendo assim, há uma atmosfera de diversão e rebeldia comum a esse gênero musical. No livro, o leitor encontrará loucuras ao estilo de “Alice no País das Maravilhas” e “O Mágico de Oz”, enquanto explora um ambiente construído a partir de letras de música, capas de álbuns e personagens reais do universo do rock and roll.

"A história é bem interessante. Os personagens são bem construídos (o que faz com que o leitor crie empatia com eles, especialmente com Alice), os diálogos são excelentes e muito naturais e o tema central é muito criativo. Muito bacana é o trocadilho que os autores fazem com nomes de bandas de rock e seus integrantes. Até Paganini entra na história, mostrando, também o valor de outros estilos musicais. Aliás, Alice ama blues. O tema central é muito interessante e criativo. É difícil ver textos com essa ambientação “sobrenatural”. É uma história de descoberta de potencial, superação de humilhações e baixa autoestima e, acima de tudo, uma história de amor: amor entre seres diferentes e amor à música." Lúcia Facco - escritora e crítica literária

Assista ao Book Trailer:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Para mais informações, acesse:

https://www.facebook.com/aliceblackprincesinhadoinferno
http://planosefugas.wix.com/carloseflavia

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Chris CornellChris Cornell
A colaboração com o Alice in Chains em 1991

777 acessosAlice in Chains: "voltaremos a Seattle para gravar próximo álbum"552 acessosBlend Guitar: grandes solos usando pedal Wah798 acessosAlice in Chains: ex-jornalista da Rolling Stone fala sobre Layne956 acessosAlice in Chains: resenha do EP "Sap"2384 acessosAlice in Chains: a feliz coincidência na formação da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alice In Chains"

GrungeGrunge
O top cinco dos membros substitutos

CinemaCinema
As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Alice In ChainsAlice In Chains
Veja Layne Staley "glam" cantando em 1985

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Alice Cooper"0 acessosTodas as matérias sobre "Alice In Chains"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

Andre MatosAndre Matos
"Eu não estava preparado para cantar no Maiden!"

Paul StanleyPaul Stanley
O defeito congênito nas orelhas do músico

5000 acessosLemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"5000 acessosAs I Lay Dying: "90% das bandas gospel fingem fé pra vender mais"5000 acessosAxl: chatice e as estranhas festas para impressionar o Metallica5000 acessosEpica: veja acidente com Simone em show de 20125000 acessosOzzy Osbourne: Sharon Osbourne traiu o Madman com Randy Rhoads?5000 acessosSoundcheck: Bandas que mandam bem até na passagem de som

Sobre Carlos Henrique Martins Abbud

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online