Mötley Crüe: CD de Mick é "novo Shout At The Devil", diz produtor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

TOMMY HENRIKSEN é um músico estadunidense nascido em Nova Iorque e que ficou conhecido entre o público de hard rock e metal nos anos 80, quando integrou o WARLOCK, do qual emanaria depois a carreira solo da vocalista DORO PESCH.

Mötley Crüe: "Não podem falar que você assinou um contrato se você o destruirCannibal Corpse: o pescoço gigante de George Fisher

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Posteriormente, Henriksen se estabeleceria como um dos maiores compositores e produtores da cena pop rock dos EUA, e em seu currículo estão trabalhos com LADY GAGA, MEAT LOAF, LOU REED e o HALESTORM. Ele também é membro permanente da banda de ALICE COOPER e esteve no último Rock In Rio carioca tocando no HOLLYWOOD VAMPIRES.

No fim do mês passado, enquanto excursionava pela Europa com Alice Cooper abrindo a turnê de despedida do MÖTLEY CRÜE, Tommy foi entrevistado pelo jornalista finlandês MARKO SYRJALA, do site Metal Rules, e dentre vários temas, ele discutiu o vindouro álbum do guitarrista do Crüe, MICK MARS, no qual ele está trabalhando integralmente.

O que segue abaixo é a tradução livre de um trecho da conversa.

[...]

Vamos começar com a atual turnê Alice Cooper/Mötley Crüe, que está rolando já faz uns 18 meses ou algo assim?

Tommy: Quase dois anos, sim.

Enfim, essa turnê acaba em algumas semanas e então o Mötley Crüe vai se aposentar de vez. Como tem sido essa turnê, e o que Mötley Crüe representa para você, a nível pessoal?

Tommy: A única coisa que me deixa triste é que não vamos tocar nos últimos três shows em Los Angeles, não vamos encerrar com eles. Porque já tínhamos um lance de caridade para fazer em Maui. É a única coisa que me chateou, assim como ao resto dos caras na banda e a Alice, o fato de não podermos encerrar. Começamos, encerramos, entende? Para mim tem sido uma turnê fantástica, porque eu sou fã de Mötley Crüe desde "Too Fast For Love", o que saiu pela Leathür Records. Eu sou um grande fã dos dois primeiros discos. Então, poder encerrar uma turnê com aqueles caras e a turnê de despedida e ficar amigo daqueles caras, especialmente de Nikki e Mick. Tem sido uma turnê excelente e eles são todos caras gentis.

Você é fã de Mötley Crüe faz tempo, mas você já trabalhou com eles?

Tommy: Na verdade eu estou trabalhando com Mick em seu disco solo. Já terminamos, completamos três faixas, e temos mais umas 20, e vamos completá-las. Temos trabalhado nisso na estrada. Temos um material muito bom e os fãs de Mötley Crüe vão amar o que fizemos, porque soa como Mötley antigo. Nos moldes de "Shout At The Devil", o lance bem pesado. Eu acho que todo mundo vai ficar positivamente surpreso como quão bom isso vai ficar!

Há muitos boatos sobre esse álbum, quem estará envolvido, etc. Por exemplo, o nome de JOHN CORABI tem sido mencionado em muitas ocasiões. Você gostaria de comentar sobre essas especulações de algum modo?

Tommy: No exato momento, os únicos envolvidos somos Mick e eu [risos]. Corabi - eu não sei. Ainda está nas fases iniciais sobre como Mick quer fazer, mas agora, as três músicas que temos prontas, Corabi não participou de nenhuma. Elas soam fantásticas. Mas cabe a Mick, se Mick quer fazer isso. Se Corabi quiser gravar conosco, seja lá o que ele quiser compor, cantar, eu topo qualquer coisa, porque eu amo a voz de John e eu adoro o trabalho dele com o SCREAM e o disco do Mötley que ele fez.

Eu acho que "Mötley Crüe" é o álbum mais forte que eles já fizeram.

Tommy: Sim, aquele é um excelente disco, eu amo. "Hooligan's Holiday" é uma das melhores músicas que o Crüe já compôs, penso eu.

[...]

A entrevista na íntegra - em inglês - pode ser lida clicando no link abaixo.
http://www.metal-rules.com/metalnews/2015/12/22/tommy-henrik...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Motley Crue"


Mötley Crüe: Não podem falar que você assinou um contrato se você o destruirMötley Crüe
"Não podem falar que você assinou um contrato se você o destruir

Mötley Crüe: Vince Neil passa por cirurgia na mãoMötley Crüe
Vince Neil passa por cirurgia na mão

Motley Crue: Mick Mars se pronuncia sobre declaração de 2014Motley Crue
Mick Mars se pronuncia sobre declaração de 2014

Mötley Crüe: Mick Mars diz que estava brincando sobre ingressos grátisMötley Crüe
Mick Mars diz que estava brincando sobre ingressos grátis

Mötley Crüe: Steel Panther pede ingressos gratuitos após promessa de Mick MarsMötley Crüe
Steel Panther pede ingressos gratuitos após promessa de Mick Mars

Regis Tadeu: a volta do Mötley Crüe é uma grande picaretagemRegis Tadeu
A volta do Mötley Crüe é uma grande picaretagem

Cachês: quanto Mötley Crüe, Def Leppard e Poison cobram por show conjunto, segundo siteCachês
Quanto Mötley Crüe, Def Leppard e Poison cobram por show conjunto, segundo site

Mötley Crüe: em 2014, Mick Mars disse que em caso de reunião, se apresentaria de graçaMötley Crüe
Em 2014, Mick Mars disse que em caso de reunião, se apresentaria de graça

Collectors Room: Mötley Crüe e o conto das turnês de despedida (vídeo)Mötley Crue: segundo revista, banda fará tour com Def Leppard e Poison em 2020

DJ Ashba: como é viver o sonho do Rock 'N' RollDJ Ashba
Como é viver o sonho do Rock 'N' Roll

Mötley Crüe: Rock Hall avisou que boicotaria banda por comportamento, diz SixxMötley Crüe
Rock Hall avisou que boicotaria banda por comportamento, diz Sixx


Cannibal Corpse: o pescoço gigante de George FisherCannibal Corpse
O pescoço gigante de George Fisher

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336