Tom Araya: "você pode ouvir que Jeff não era parte do disco"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: The PRP, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista do SLAYER, Tom Araya, recentemente falou com o Full Metal Jackie em uma entrevista presumidamente feita no começo desse mês sobre como foi escrever "Repentless" sem o direto envolvimento do guitarrista/fundador Jeff Hanneman, que faleceu em 2013:

682 acessosSlayer: South of Heaven pela Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo/RS5000 acessosThe Voice: candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase

"Kerry tem um estilo de composição diferente, comparado a Jeff. Vou deixar isso assim. Ambos tem estilos diferentes de guitarras. Kerry é bem caótico, bem rápido, na sua cara. Era minha preocupação, como essas músicas iam soar? Ele escreve boas músicas e liricamente, ele escreve ótimas coisas também, mas eu realmente estava pensando: ´OK, como isso vai soar? Como vai ser? Como vai ser o produto final?´ Eram minhas maiores preocupações quando começamos a trabalhar no disco. Meu pensamento era que Jeff era definitivamente - você pode ouvir que Jeff não era parte do disco, por causa do estilo de composição que foi predominante no álbum."

"Muitas coisas rápidas, muitos riffs, é assim que Kerry escreve. Essa era minha preocupação e como eu disse, eu ficava pensando como isso ia soar. Então nós trabalhamos no disco e progredimos na gravação, e você sabe, fazendo o que nós sabemos fazer, com um produtor que sentasse lá comigo e ouvisse e me desse esse feedback. É isso que eu gosto, receber feedback, saber onde estou indo [...]"

"Não recebi muito disso em outros discos, e eu acho que liricamente e vocalmente, esse disco foi uma das minha gravações favoritas, por conta do produtor Terry Date, que foi uma ajuda incrível. Ele tinha um, ouvido para a melodia e realmente prestava atenção. Fiquei realmente feliz em ter isso."

"Em discos anteriores Kerry diria o que quer e como espera que seja feito. com esse disco, meio que quebrou o molde, nós não tínhamos Jeff. [...]"

"Jeff chegava e dizia: ´Ei, isso soa ótimo´. Ele nos dava esse feedback. Essa era minha preocupação. E como eu disse, Terry Date estava lá, ouvia o que eu tinha a dizer e guiava-me, permitindo que eu fizesse meu trabalho. Estou muito feliz com tudo que fizemos nesse disco [...]"

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de fevereiro de 2016

AlturaAltura
Saiba quanto medem 10 ícones "baixinhos" do rock e metal

682 acessosSlayer: South of Heaven pela Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo/RS17 acessosEm 27/09/1994: Slayer lança o álbum Divine Intervention306 acessosEm 11/09/2001: Slayer lança o álbum God Hates Us All0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Stooges e SlayerStooges e Slayer
Os vinte discos mais barulhentos da história

Rock e MetalRock e Metal
Os dez maiores Deuses dos Riffs

AngraAngra
"Raining Blood" do Slayer na tour do Temple Of Shadows

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

The VoiceThe Voice
Candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase

MetallicaMetallica
Joguem este processo no lixo, dizem para banda cover

MetallicaMetallica
James Hetfield elege as suas dez músicas favoritas

5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Renato Aragão5000 acessosPoison: Bret passa o cambão na mãe da Hannah Montana?5000 acessosBlack Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosMetallica: Kirk Hammett está viciado em Slipknot5000 acessosWoodstock (Pete Fornatale)

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online