Tom Araya: "você pode ouvir que Jeff não era parte do disco"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: The PRP, Tradução
Enviar Correções  

O vocalista do SLAYER, Tom Araya, recentemente falou com o Full Metal Jackie em uma entrevista presumidamente feita no começo desse mês sobre como foi escrever "Repentless" sem o direto envolvimento do guitarrista/fundador Jeff Hanneman, que faleceu em 2013.

"Kerry tem um estilo de composição diferente, comparado a Jeff. Vou deixar isso assim. Ambos tem estilos diferentes de guitarras. Kerry é bem caótico, bem rápido, na sua cara. Era minha preocupação, como essas músicas iam soar? Ele escreve boas músicas e liricamente, ele escreve ótimas coisas também, mas eu realmente estava pensando: ´OK, como isso vai soar? Como vai ser? Como vai ser o produto final?´ Eram minhas maiores preocupações quando começamos a trabalhar no disco. Meu pensamento era que Jeff era definitivamente - você pode ouvir que Jeff não era parte do disco, por causa do estilo de composição que foi predominante no álbum."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Muitas coisas rápidas, muitos riffs, é assim que Kerry escreve. Essa era minha preocupação e como eu disse, eu ficava pensando como isso ia soar. Então nós trabalhamos no disco e progredimos na gravação, e você sabe, fazendo o que nós sabemos fazer, com um produtor que sentasse lá comigo e ouvisse e me desse esse feedback. É isso que eu gosto, receber feedback, saber onde estou indo [...]"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Não recebi muito disso em outros discos, e eu acho que liricamente e vocalmente, esse disco foi uma das minha gravações favoritas, por conta do produtor Terry Date, que foi uma ajuda incrível. Ele tinha um, ouvido para a melodia e realmente prestava atenção. Fiquei realmente feliz em ter isso."

"Em discos anteriores Kerry diria o que quer e como espera que seja feito. com esse disco, meio que quebrou o molde, nós não tínhamos Jeff. [...]"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Jeff chegava e dizia: ´Ei, isso soa ótimo´. Ele nos dava esse feedback. Essa era minha preocupação. E como eu disse, Terry Date estava lá, ouvia o que eu tinha a dizer e guiava-me, permitindo que eu fizesse meu trabalho. Estou muito feliz com tudo que fizemos nesse disco [...]"

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Uruca: Os 9 mais azarados da história do RockUruca
Os 9 mais azarados da história do Rock

Metallica: os motivos da saída de Jason NewstedMetallica
Os motivos da saída de Jason Newsted


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 WhiFin