Slayer: Araya tinha medo de fazer um álbum unilateral sem Hanneman

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar Correções  

O frontman do SLAYER, Tom Araya, disse que tinha medo que "Repentless" fosse um álbum unilateral sem o guitarrista Jeff Hanneman, que morreu em 2013.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele falou ao Loudwire: "Nós estávamos fazendo as demos um tempo atrás e eu continuava falando: 'cara, você tem que ouvir essas coisas, venha nos ajudar por aqui'".

"Ele aparecia nos ensaios, ouvia e ia embora. Eu continuava falando: 'Você tem que colocar sua marca aqui, cara, você pode fazer com que isso soe muito bem.'"

A ausência de Jeff fez com que Kerry King ficassem responsável pela música. "Eu fiquei um pouco apreensivo", disse Araya. "Fiquei com medo de ser um álbum unilateral, porque o SLAYER tem dois sons: Agressivo e rápido e agressivo e lento."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Jeff não estava lá, então senti que seria importante que eu estivesse lá enquanto tudo estava acontecendo. Sempre era eu ou Jeff, ou eu estava lá ou Jeff estava lá. Sempre tinha alguém tomando conta. É sobre ter mais um par de orelhas, ouvindo e ajudando."

O frontman adiciona: "Não tinha certeza de como as coisas iam acontecer, mas tudo foi do jeito que eu esperava."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GooAdHor Goo336 Cli336