John Lennon: em carta, ofensas aos colegas dos Beatles e Linda McCartney

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Comentários  | 

Uma enfurecida carta de John Lennon para Paul McCartney e sua então esposa, Linda, após o fim dos Beatles, está indo à leilão. Espera-se arrecadar, pelo menos, US$ 20 mil (cerca de R$ 68 mil) com a correspondência.

321 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada5000 acessosAlice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?

Estima-se que a carta, de duas páginas, tenha sido escrita em 1971, logo após John Lennon e Yoko Ono terem se mudado para os Estados Unidos. Na correspondência, Lennon dispara ofensas contra os ex-colegas de Beatles e até contra Linda McCartney.

O motivo de tanta discordância é que Linda McCartney havia enviado uma carta com críticas sobre a forma que John Lennon se portou publicamente após a separação dos Beatles. Veja a tradução da carta, publicada pelo site Tenho Mais Discos Que Amigos:

'Caros Linda e Paul,

Eu estava lendo a sua carta e me perguntei qual fã chata e de meia-idade dos Beatles teria a escrito. Eu resisti de olhar a última página para descobrir – continuei pensando quem era – Queenie? A mãe de Stuart? – A esposa de Clive Epstein? – Alan Williams? – que diabos, foi a Linda!

Você realmente acha que a imprensa está abaixo de mim/você? Você acha isso? Quem você acha que nós/você somos? Espero que você perceba a merda que você e o resto dos meus amigos 'gentis e desinteressados' jogaram em cima de Yoko e eu desde que nos juntamos. Pode ter sido às vezes um pouco mais sutil, ou devo dizer de 'classe média', – mas não foi por muitas vezes. Nós dois 'passamos por cima disso' algumas vezes – e perdoamos vocês dois – por isso é o mínimo que você pode fazer por nós – pessoas nobres. Linda – se você não se importa com o que eu digo – cale a boca! – deixe que Paul escreva – ou tanto faz.

Quando perguntado sobre o que eu pensei de verdade sobre a MBE, etc – eu os contei tudo o que pude lembrar – e eu me lembro de me contorcer um pouco – você não, Paul? – ou você – como eu suspeito – ainda acredita em tudo? Eu perdoarei Paul por encorajar os Beatles – se ele me perdoar por isso também – por ser – 'honesto comigo e se importar demais!' Porra, Linda, você não está escrevendo para um livro dos Beatles!

Eu não tenho vergonha dos Beatles – (eu comecei isso tudo) – mas de algumas das merdas que fizemos para tornar [a banda] tão grande – eu pensava que todos nós nos sentimos dessa forma em diferentes graus – obviamente não.

Você realmente acha que a maior parte da arte de hoje surgiu por causa dos Beatles? – Eu não acredito que você é tão louco – Paul – você acredita nisso? Quando você parar de acreditar, você pode acordar! Sempre dissemos que fazíamos parte do movimento – não de todo ele? – Claro, nós mudamos o mundo – mas tente segui-lo também – SAIA DE CIMA DO SEU DISCO DE OURO E VOE!

Não me fale aquela merda de 'em cinco anos eu vou olhar para trás como uma pessoa diferente' – você não vê que é isso que está acontecendo AGORA! – Se eu soubesse ANTES o que sei AGORA – você parece ter perdido esse ponto…

Desculpe-me se eu usar o 'Espaço dos Beatles' para falar sobre o que eu quiser – obviamente se eles continuarem fazendo perguntas dos Beatles – eu vou responder – e buscar o máximo 'Espaço de John e Yoko' que eu puder – eles me perguntam sobre Paul e eu respondo – Sei que alguma coisa parte para o pessoal – mas se você acredita ou não, eu tento responder diretamente – e os pedaços que eles usam são obviamente os pedaços suculentos – eu não me ofendo com seu marido – eu sinto muito por ele. Eu sei que os Beatles são 'pessoas muito agradáveis' – eu sou um deles – eles são grandes bastardos como qualquer outra pessoa – então saia do seu pedestal! – a propósito – tivemos um interesse mais inteligente em nossas novas atividades em um ano do que tínhamos durante toda a era dos Beatles.

Finalmente, sobre não dizer a ninguém que eu deixei os Beatles – PAUL e Klein passaram o dia me persuadindo que era melhor não dizer nada – me pedindo para não dizer nada porque iria 'machucar os Beatles' e 'vamos deixar que isso passe' – lembra? Portanto, coloque isso em sua pequenina e perversa mente, Sra. McCartney – os babacas me pediram para ficar quieto sobre isso. Claro, o ângulo do dinheiro é importante – para todos nós – especialmente depois de toda a merda que veio de sua família insana/agregados – e que DEUS O AJUDE, PAUL – te vejo em dois anos – eu acho que você já vai ter saído dessa.

Apesar de tudo, amor a ambos,

De nós dois

P.S. Sobre dirigir sua carta apenas a mim – SÉRIO…!!!'

Comente: Qual o seu Beatle preferido?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

321 acessosGeorge Harrison: rara música dedicada a Ringo Starr é encontrada698 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha138 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos360 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música565 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

B.B.KingB.B.King
Algumas colaborações roqueiras do lendário bluesman

John LennonJohn Lennon
Desejo pela mãe e caso homossexual em biografia

BillboardBillboard
Discos de rock/metal que atingiram o topo nos anos 2000

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Alice In ChainsAlice In Chains
Publicada a última foto de Staley com vida?

Rob HalfordRob Halford
"Talvez eu seja o único vocalista gay de Metal!"

OutOut
Os 100 álbuns mais gays segundo a revista

5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?5000 acessosSeparados no nascimento: Eddie e Seu Madruga5000 acessosSlayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie5000 acessosDuff McKagan: o momento da virada em 19945000 acessosStryper: "não somos uma banda de rock cristão", diz Michael Sweet5000 acessosGibson: elege "Back in Black" como o melhor riff dos 80s

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de novembro de 2016

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online