Black Sabbath: ícones do metal nacional se despedem da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: UOL
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria do UOL, assinada por Rodolfo Vicentini, coleta declarações de vários ícones do metal nacional sobre a despedida do Black Sabbath, que se apresenta hoje no Brasil pela última vez em sua carreira, com show a ser realizado em São Paulo. Veja abaixo alguns trechos.

4014 acessosKrisiun: banda agradece e Ward conta como conheceu brasileiros5000 acessosThe Wall - Uma obra de arte conceitual

ANDREAS KISSER (SEPULTURA):

O Black Sabbath é tudo, umas minhas bandas preferidas. É o gênesis do heavy metal, de temática, da sonoridade. Trouxe uma outra opção para o cenário musical. Sem o Sabbath não existiria Sepultura, Metallica ou Slayer. Tony Iommi é um ícone para mim, assim como Ritchie Blackmore, Jimi Hendrix e Jimmy Page. Foi principalmente Iommi que trouxe a distorção, só ouvir a introdução da música "Black Sabbath", que tem aquele riff assustador. Ele é um cara que até hoje é um símbolo.

ANDRE MATOS (ANGRA/SHAMAN/SOLO):

Eu comecei a escutar Ozzy Osbourne quando saiu o "Blizzard Of Oz", e daí, eu vim a descobrir o que foi o Black Sabbath. Mais tarde, a banda se tornou uma das minhas maiores influências. Eu acredito que o Tony Iommi é um gênio do riff da guitarra, acredito que é uma banda que conseguia tirar um som, ao mesmo tempo, extremamente pesado e, em contra partida, quase psicodélico, se você for analisar os discos do Black Sabbath a fundo, então isso acabou me influenciando em termos de composição e entrando no hall das minhas bandas prediletas.

EDU FALASCHI (ANGRA/ALMAH):

Meu primeiro LP foi o "Born Again". O Ian Gillan arrepiou nesse disco. E o segundo foi "Mob Rules" [com o vocalista Ronnie James Dio]. Os 2 primeiros discos que eu tive do Sabbath não foram com o Ozzy. Depois fui ouvir as outras coisas. Eu prefiro o Ozzy na carreira solo

RAFAEL BITTENCOURT (ANGRA):

O Black Sabbath é o grande inventor do heavy metal. O rock pesado já existia. Ele começou a tomar caminho mais pesados com o Led Zeppelin e o Deep Purple. Mas o Sabbath definiu o estilo. Foi ele quem misturou os temas mais sombrios enquanto todos estavam no psicodelismo. Os riffs do Tony, o jeito de tocar, o power chord, tudo isso foi definindo o heavy metal. Eles foram os grandes inventores do metal.

Veja no link abaixo o depoimento completo de cada um dos músicos acima, e também as declarações de Caio MacBeserra (Project 46), Marcello Pompeu (Korzus), Felipe Machado (Viper/FM Solo), Ricardo Confessori (Angra/Shaman) e Thiago Bianchi (Noturnall/Arena/Shaman):

http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2016/12/04/icones-...

Comente: E para você, qual a importância de Ozzy, Iommi e Geezer na sua história?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de dezembro de 2016

KrisiunKrisiun
Banda agradece e Bill Ward conta como conheceu os brasileiros

905 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?176 acessosMarcos de Ros: Tony Iommi, Dois Dedos de Prosa1473 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Comentando turnê com Black Sabbath em 1999

Metal rende?Metal rende?
Quantos do gênero estão entre as maiores vendas?

Bill WardBill Ward
Eu preferia Ozzy a Dio no Black Sabbath

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Andre Matos"0 acessosTodas as matérias sobre "Edu Falaschi"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Viper"0 acessosTodas as matérias sobre "Korzus"0 acessosTodas as matérias sobre "Noturnall"

Pink FloydPink Floyd
The Wall: uma obra de arte conceitual

Guns N RosesGuns N' Roses
A verdadeira história de "Rocket Queen"

GênerosGêneros
O rock se firmou com características machistas

5000 acessosFrances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fã5000 acessosMegadeth: fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo5000 acessosPagando mico: 10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um show5000 acessosDave Mustaine: não pratico mais guitarra, me preservo para as turnês5000 acessosJaco Pastorius - um gênio atormentado4908 acessosLegião Urbana: como seria "Tempo Perdido" em outros estilos?

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online