Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemMustaine diz que novo álbum tem uma das músicas mais rápidas que o Megadeth escreveu


Stamp

AC/DC: metrônomo não era usado para gravar discos, diz Phil Rudd

Por Igor Miranda
Fonte: Music Radar
Em 16/07/17

O baterista Phil Rudd disse, em entrevista ao Music Radar, que o AC/DC não usava metrônomo, um dispositivo que mede o tempo no andamento musical, para gravar seus discos. A informação foi revelada em entrevista ao Music Radar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rudd revelou, inicialmente, que não usou metrônomo nas gravações de seu recente disco solo, "Head Job". "Foi por pura determinação. Achei que o tempo no álbum era muito bom, especialmente se considerarmos que não há um metrônomo ali", disse.

Depois, o músico afirmou que não utilizava o recurso nem mesmo nos tempos de AC/DC, banda que integrou de 1975 a 1983 e de 1994 a 2015. "Na década de 1970, na Inglaterra, tentamos usar metrônomo e não conseguíamos. Não soava correto para a banda. Em algumas ocasiões, fizemos uso do metrônomo, mas não vou te dizer quais músicas foram", comentou, aos risos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baterista disse, contudo, que o metrônomo facilita bastante. "(O metrônomo) Até que funcionou um pouco para nós. Usar metrônomo deixa a vida mais fácil. Tira muita da pressão que há sobre você", afirmou.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Accept encerra um ciclo com "Too Mean to Die"



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.