Ratos de Porão: João Gordo explica por que trocaram o Punk pelo Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: UOL
Enviar Correções  

Em uma polêmica e longa matéria publicada no UOL, João Gordo conta histórias de sua juventude e de sua carreira como vocalista do Ratos de Porão, incluindo episódios onde chegou a "pegar emprestado pra não devolver" equipamentos de som do Capital Inicial e dinheiro de uma boate, onde ele trabalhava como barman, além de falar sobre as turnês internacionais, os haters, a política no Brasil atual e até sobre o movimento punk que o consagrou, embora por um lado a relação não tenha sido exatamente das melhores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Em 1977, com 13 anos, eu já era roqueiro. Fui abraçar o punk em 79, como fuga, bem na época do Kid (Vinil). Mas era uma falta de informação geral. Vi muita parada horrível. Racismo. Pessoal homofóbico ao extremo. Briga. Era coisa de ganguismo mesmo. Foi por isso que a gente saiu fora do punk e foi para o metal. E aí chamaram a gente de 'traidor do movimento'. Mas foda-se, cara. A gente sempre fez o que queria fazer".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre política: "…Nunca votei no Lula, mas agora vou votar. Porque, do jeito que a coisa está indo, em 2039 a suástica vai ser moda, cara. Vai ter pijaminha de suástica. Óculos de suástica. A bandeira do Brasil vai ter uma suástica vermelhona. Depois que fizeram um monte de bosta, o brasileiro está complemente tomado, manipulado por isso aqui (aponta para o celular). Está tudo polarizado. Os idiotas se juntaram", entende…"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia a matéria completa no link abaixo.

https://www.uol/entretenimento/especiais/joao-gordo.htm#o-pu...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Cli336 Goo336 Goo336 Cli336