Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemIron Maiden: Bruce fala sobre groupies; "parei de transar com elas quando me apaixonei"


Warrel Dane: vocalista sofria com muitos problemas de saúde

Por Igor Miranda
Em 13/12/17

Falecido nesta quarta-feira (13), em São Paulo (SP), o vocalista Warrel Dane já lidava com diversos problemas de saúde, segundo o guitarrista de sua banda, Johnny Moraes. O cantor, que integrou o Sanctuary e o Nevermore, faleceu devido a um infarto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora tenha recebido massagem cardíaca e uma unidade móvel do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tenha chegado a tempo, Warrel Dane não resistiu. "(Ele) Estava no flat onde se hospedou para a gravação do disco quando aconteceu. Eu cheguei a fazer massagem cardíaca, chamamos o Samu, que chegou bem rápido, mas quando eles chegaram, ele já tinha morrido", contou Moraes, em entrevista ao UOL.

Ainda durante a entrevista, Moraes também falou sobre os problemas de saúde de Dane. "A saúde dele já estava bem debilitada, por conta das diabetes e os problemas que ele teve de alcoolismo. Ele já enfrentava muitos problemas de saúde", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar de ter morrido cedo, o problema de Warrel Dane com o álcool, em especial, não era segredo para quem acompanhava sua trajetória. O próprio cantor chegou a dizer, em entrevista ao programa do festival "ProgPower USA XII", em 2011, que o Nevermore foi "a melhor banda que o álcool destruiu" - e, embora não tenha citado nomes e possa até estar se referindo a outros integrantes, a declaração já soava como uma autocrítica.

Ao ser questionado se o Nevermore foi prejudicado por falta de sorte, Dane disse: "Acho que tivemos um timing ruim e desorganização. Mas não acho que isso mudaria algo, porque tudo acontece por uma razão. Estou aqui, falando com você, por uma razão. E aqueles caras decidiram que não tinham um problema tão grande com álcool como eu por uma razão. Enfim...". Depois, ao falar sobre reformar o Sanctuary, Warrel comentou que não estava planejando um possível retorno só por conta do inevitável fim do Nevermore. "Nevermore, a maior banda que o álcool arruinou", complementou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 2016, o veículo brasileiro Imprensa do Rock conversou com Warrel Dane, que, mais uma vez, falou sobre o álcool - desta vez, de forma mais direta. Na ocasião, o cantor conversava sobre cuidados com a voz, mas não deixou de destacar seus problemas com a bebida.

"A coisa mais importante para um cantor é ter um bom descanso, uma boa quantidade de sono e beber muita água, tem que se hidratar. Sei que tenho uma má reputação com relação ao álcool, mas você tem que ficar longe dele. Estou um pouco melhor agora do que antes. Sei que tenho uma má reputação por beber muito, mas eu não faço isso mais. Você só tem que perceber o seu instrumento e saber suas limitações, saber seus pontos fortes", disse, na ocasião.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além do alcoolismo, Warrel Dane sofria de diabete tipo 2. Em 2005, já se falava sobre a saúde debilitada do cantor. Em entrevista ao Abrasive Rock, no ano em questão, o vocalista foi questionado sobre rumores ligados às suas condições físicas para continuar se apresentando - na época, ele chegou a ser internado por algumas semanas.

"Eu, basicamente, estava bebendo muito. Ao mesmo tempo, estava começando a sofrer com a diabete tipo 2 e não sabia disso. Meu pâncreas tentava se autodigerir, segundo os médicos. E eu quase não sobrevivi", afirmou.

Em 2009, ainda em atividade com o Nevermore, Warrel Dane motivou a cancelação de alguns shows devido ao mesmo problema: beber enquanto lidava com a diabete tipo 2. "Agora estou bem", disse ao site Cerebral Metalhead, na ocasião. "É algo difícil de se lidar (a diabete), mas tenho sorte o bastante, pois foi descoberto cedo, acho. Mas, sabe, a bebida... a minha frase favorita é: 'o diabo vive em uma garrafa, você pode encontrá-lo em qualquer bebida'", complementou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Morte de Warrel Dane

imagemWarrel Dane: vocalista morre aos 56 anos de idade em São Paulo

Warrel Dane: Morre um homem, nasce uma lenda

Warrel Dane: Assista última apresentação dele em TV no Brasil

Warrel Dane: Campanha em crowdfunding para translado para Seattle

Warrel Dane: memorial do vocalista será transmitido online

Warrel Dane: Transmissão ao-vivo do memorial, direto de Seattle

Sanctuary: turnê com Iced Earth é mantida e será a última

Todas as matérias sobre "Morte de Warrel Dane"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Jim Sheppard: "Foi uma benção gravar mais um álbum antes de Warrel Dane morrer"

Do sonho ao pesadelo; Marcus Dotta conta sua trajetória ao lado de Warrel DaneDo sonho ao pesadelo; Marcus Dotta conta sua trajetória ao lado de Warrel Dane




Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.