Marcus Nimbler: uma homenagem ao Motörhead clássico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Contrera, Fonte: Marcus Nimbler
Enviar correções  |  Ver Acessos

Marcus Nimbler é um sujeito que tem um canal no Youtube onde ele divulga versões originais (de músicas) ou mesmo diferentes com imagens alternativas.

Loudwire: as dez melhores bandas da era GrungeVanessa Frehley: amor sem limites ao Kiss

Ele por vezes coloca imagens de filmes, com sequências inteiras, mas em geral coloca mulheres lindas, carros a todo vapor, imagens de aviões e todo o imaginário eminentemente masculino de que a gente gosta tanto.

Ele lançou no último dia 11 um vídeo com esse tipo de imagens em homenagem à formação clássica do Motörhead, que não está mais entre nós. O áudio não é o original, mas a mistura com as imagens ficou bem legal. Bem cis.

Tem bastante mulher quase pelada, cenas de ação recentes, aviões arrasando em porta-aviões, glamour e ao final uma imagem que eu acho inédita do trio que se foi.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Motorhead"


Lemmy: Uma virgem engravida de um espírito? É estúpido!Lemmy
"Uma virgem engravida de um espírito? É estúpido!"

Rockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmesRockstars
18 roqueiros que já apareceram em filmes


Loudwire: as dez melhores bandas da era GrungeLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Vanessa Frehley: amor sem limites ao KissVanessa Frehley
Amor sem limites ao Kiss


Sobre Rodrigo Contrera

Rodrigo Contrera, 48 anos, separado, é jornalista, estudioso de política, Filosofia, rock e religião, sendo formado em Jornalismo, Filosofia e com pós (sem defesa de tese) em Ciência Política. Nasceu no Chile, viu o golpe de 1973, começou a gostar realmente de rock e de heavy metal com o Iron Maiden, e hoje tem um gosto bastante eclético e mutante. Gosta mais de ouvir do que de falar, mas escreve muito - para se comunicar. A maioria dos seus textos no Whiplash são convites disfarçados para ler as histórias de outros fãs, assim como para ter acesso a viagens internas nesse universo chamado rock. Gosta muito ainda do Iron Maiden, mas suas preferências são o rock instrumental, o Motörhead, e coisas velhas-novas. Tem autorização do filho do Lemmy para "tocar" uma peça com base em sua autobiografia, e está aos poucos levando o projeto adiante.

Mais matérias de Rodrigo Contrera no Whiplash.Net.

adWhipDin