Matérias Mais Lidas

imagemMalmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemFoto feita após fim da turnê mostra todos do Ghost sem máscaras, incluindo "Ghoulettes"

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemFilha de Ozzy Osbourne escapa de incêndio que fez uma vítima fatal

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemMalmsteen diz que Jeff Scott Soto foi expulso de seu show porque não pagou entrada

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemJames LaBrie fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com Mike Portnoy


PRB

Guns N' Roses: Steven Adler faz críticas a "Chinese Democracy"

Por Igor Miranda
Fonte: WRIF / Alternative Nation
Em 08/06/18

Em entrevista à rádio WRIF (transcrição via Alternative Nation), o baterista Steven Adler fez críticas ao "Chinese Democracy" lançado por sua ex-banda, o Guns N' Roses, em 2008. O álbum é o único do grupo a não contar com nenhum integrante da formação clássica a não ser o vocalista Axl Rose.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Eu acho que Axl deveria ter chamado de W-A-R (em menção às iniciais de W. Axl Rose) ao invés de Guns N' Roses. Se chamasse de W-A-R, não teria vendido nenhuma cópia, mas tendo o nome do Guns N' Roses, foi capaz de vender um pouco. Isso foi como um disco solo, não havia outra pessoa da banda original", afirmou.

Adler também falou sobre as proporções gigantescas relacionadas à produção de "Chinese Democracy", mas, em seguida, bancou o "morde-e-assopra" e destacou que não consegue encontrar Axl Rose pessoalmente. "Acho que provavelmente havia 20 pessoas tocando, levou 17 anos para fazer, isso é mais como um disco solo. Axl é realmente talentoso e muito inteligente, eu o amo, gostaria de poder lhe dar um abraço e um beijo, mas eu não posso vê-lo", disse.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Em seguida, o baterista destacou que, pelo tempo que "Chinese Democracy" levou para ser produzido, uma verdadeira obra de arte deveria ser apresentada - o que, para ele, não ocorreu. "Acho que a música que fizemos no começo da carreira foi o que manteve o nome vivo, porque ele com ele 17 anos sem fazer nenhum disco, pensei que ele iria sair com uma 'Bohemian Rhapsody' (música do Queen), 'The Wall' (disco do Pink Floyd), 'Quadrophenia' (álbum do The Who), ou 'Dark Side Of The Moon' (outro clássico do Pink Floyd), mas é apenas o disco solo de Axl. Axl é ótimo - quando você é ótimo, você é ótimo -, mas o 'Appetite For Destruction' vendeu 100 milhões de cópias e aquele outro vendeu 500 mil. Aí está", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ouça a entrevista na íntegra no link a seguir (em inglês).

http://wrif.com/episodes/radio-chatter-steven-adler/

Comente: E você? Qual a sua opinião sobre o Chinese Democracy?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Steven Adler: é difícil para ele ver o Frank Ferrer tocar suas músicas



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.