Dark Angel: "se o Metallica levar um Grammy, a gente mete um processo neles"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Gene Hoglan, do Dark Angel, falou sobre a semelhança de uma música do Metallica com outra de sua banda, Dark Angel, durante conversa com o podcast Let There Be Talk, de Dean Delray.

Músicas Ruins: blog elege as piores de grandes bandas do Rock/MetalSlash: "Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tudo começou quando Delray citou o álbum de 1988 do Metallica como sendo um dos primeiros exemplos do uso de um muro de guitarras aliado com uma bateria agressiva que redefiniu o uso do double-bass no Metal, mas Hoglan retrucou: "Veja, isto veio de uma música do Dark Angel, 'Darkness Descends' (faixa título do disco de 1986 da banda). E todos no meio sabem disto, tanto que assim que saiu a música do Metallica recebi muitas ligações que me diziam 'Aqueles caras estão roubando de vocês'".

Ele prossegue: "Tínhamos 'Big' Mick (Hughes, técnico de som de longa data do Metallica) conosco por uma turnê, e o Metallica estava cotado para o Grammy, mas ainda não havia sido anunciado, e eu ficava o tempo todo sacaneando "se o Metallica levar um Grammy, a gente mete um processo neles". Mas era apenas uma brincadeira. Só que Mick respondia 'Você deveria processar sim, eles te dariam uma boa grana pra você ficar quieto'. Mas eu pensava comigo mesmo 'Não vou ser o pária da cena Metal que vai processar o Metallica, todos roubam riffs deles".

Daí Delray pergunta pra Hoglan se ele acha que "One" do Metallica foi inspirada em "Darkness Descends" do Dark Angel apenas na parte da bateria ou na música inteira, e Gene responde: "Em tudo cara. A parte da bateria, com certeza. E é por isto que eu acho tudo muito engraçado. A primeira linha diz 'Darkness...' e vem direto da nossa música, basta você ouvir pra perceber", diz. E por fim, ele confessa que nunca mencionou o assunto com Lars Ulrich apesar de ter excursionado com o Metallica anos mais tarde, quando ele fazia parte do Fear Factory.

Confira, no vídeo a seguir, uma comparação entre as duas músicas.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Dark Angel"Todas as matérias sobre "Metallica"


Metallica: Hetfield ficou triste em ver Sabbath separado em 2006Metallica
Hetfield ficou triste em ver Sabbath separado em 2006

Metallica: quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vezMetallica
Quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vez


Músicas Ruins: blog elege as piores de grandes bandas do Rock/MetalMúsicas Ruins
Blog elege as piores de grandes bandas do Rock/Metal

Slash: Sweet Child é a coisa mais gay que alguém poderia comporSlash
"Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

adGoo336