Matérias Mais Lidas

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemVocalista do Greta Van Fleet não entende os haters: "parece a p**** de uma religião"

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemThe Offspring: Soco de faca, brinde milionário e outras histórias

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemMetallica divulga vídeo oficial da clássica "For Whom The Bell Tolls" ao vivo em SP


Sebastian Carsin: A importância da produção musical na gravação

Por Mateus Rister
Fonte: Insanity Records
Em 26/08/19

Assim como um treinador está para um time de futebol, um produtor musical está para uma banda em processo de gravação. E para um grupo sem experiência em estúdio, este pode ser o fator determinante para o seu êxito ou fracasso em tentar gravar um single, EP ou álbum. Deixar os músicos a vontade e extrair o melhor de cada integrante é a principal função de Sebastian Carsin, músico multi-instrumentista, técnico de som e produtor musical no seu estúdio, o famoso Hurricane.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Muitos grupos, após passarem por experiências traumáticas com produtores, decidem se autoproduzir e o resultado segue o mesmo, a gravação continua com baixa qualidade. Isso acontece porque nem todos os que possuem estúdios de gravação, são realmente produtores musicais. E quando os membros de uma banda decidem fazer por conta própria, falta o olhar de fora, o domínio das ferramentas de gravação e a orientação que pode transformar a canção em algo maior e mais trabalhada do que a ideia original.

"Muitas vezes, o músico toca o mesmo som por anos e não percebe que determinada nota está errada naquela harmonia, ou um arranjo não funciona. Nesses casos, cabe ao produtor orientar, demostrar com humildade a forma correta, para que isso não trave a performance do músico" – destaca Sebastian.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formado como técnico de som e produtor musical pela Instituo REC, de Ohio (E.U.A), Sebastian foi o guitarrista e líder da banda uruguaia de Death Metal, OSSUARY, com quem lançou dois álbuns e diversas demos, entre a década de noventa e metade dos anos 2000. Com turnês por toda a América do Sul, o tempo com a banda possibilitou que Sebastian adquirisse muita experiência em todos os aspectos que abrangem a carreira musical, fator determinante para compreender o que os grupos procuram, quando decidem gravar um material.

A versatilidade e profissionalismo do produtor faz com que bandas de diversos estilos o procurem. Assinando a produção, mixagem ou masterização de grupos de metal extremo, como a HORROR CHAMBER, HAVOK 666, CAUTERIZATION, até bandas clássicas do Rock Gaúcho, como a ACÚSTICOS & VALVULADOS. Além de ser requisitado por bandas internacionais, como THE ROYAL THIEVES (Uruguai) e VERTHEBRAL (Paraguai). Até mesmo para remasterizar discos antigos, de bandas do calibre de PSICHIC, POSSESSOR, PANIC e POSTHOMOUS.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Radicado em Porto Alegre há mais de 15 anos, Sebastian procura mesclar a tecnologia e suas principais ferramentas, com a forma orgânica de gravar, com cada músico buscando o seu timbre, utilizando instrumentos reais, sem espaço para programação digital. "Temos que buscar a melhor tecnologia para captar e editar as gravações, mas nada substitui o lado humano, o feeling, a forma de tocar de cada instrumentista. Sem isso, a música fica sem alma" – afirma Sebastian.

Imagem:
Ricardo Janke

Contatos:
https://www.facebook.com/EstudioHurricane/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.

Mais matérias de Mateus Rister.