Orquídea Negra: Homenagem no 1º Lages Drummer Day

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Robson Anadom, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Conhecida pelas suas belas paisagens, e também pelo intenso frio do inverno, Lages que fica na serra catarinense completa 253 anos no dia 22 de novembro. E a Fundação Cultural Municipal, resolveu homenagear a banda Orquídea Negra, de uma forma um tanto quanto inusitada.

Love God's Way: grupo religioso lista bandas e artistas "Gay"Batismo: Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal

São mais de 30 anos de existência levando o nome desta pacata cidade de Santa Catarina à todos os cantos do mundo através de sua música. A banda já recebeu inclusive homenagem na Câmara de Vereadores. Mas desta vez, a homenagem envolveu outros músicos da cidade.

Fabrício Furtado, servidor público municipal, que trabalha na Fundação Cultural resolveu criar o 1º Lages Drummer Day na praça Joca Neves, e convidou a banda para tocar e ser acompanhada por bateristas da cidade e região.

Foram escolhidas músicas dos 3 discos da banda e uma cover que foi Breaking The Law (Judas Priest). A banda contou com dois bateristas tocando juntos, Raphael Marini, que gravou o terceiro trabalho da banda e hoje já não integra mais a mesma, e também com Marco Antônio, que é o responsável pelas baquetas na atualidade. O terceiro baterista, Marcelo Menegotto que gravou os dois primeiros trabalhos, infelizmente estava viajando e não pode participar desta festa.

Quem também não pode participar foi Felipe Holmack, atual vocalista que está se recuperando de uma cirurgia. Os vocalistas Pablo Borba e Marcelo Ermel, se juntaram ao eterno frontman André Graebin "Boca", hoje afastado por problemas em suas cordas vocais. Após os clássicos da banda (Surrender, Touch Your Dream, M iss You e Christma's Night) os músicos tocaram alguns covers de AC/DC, Led Zeppelin, Iron Maiden e Queen.

Entre os participantes estavam dois senhores, um de 61 anos e outro de 67, que são apaixonados pela bateria, além de meninas e também crianças, acompanhados dos seus pais, bateristas.

Outra atração a parte foi a tarde muito ensolarada, demonstrando que São Pedro realmente é do Metal, e deve ser baterista também.

Um evento que marcou o aniversário da cidade e daqui pra frente tem tudo para se tornar anual, pois foi um sucesso, tanto de participantes como de público que foi para prestigiar. Um momento muito legal foi a ida dos músicos Vinícius Porto (guitarra) e Robson Anadom (baixo) até os participantes, caminhando entre as baterias, onde puderam sentir de perto a energia que estava rolando.

Mesmo debaixo de um sol muito forte e uma temperatura que beirou os 30º, os bateristas ali presentes não desanimaram e estavam todos com um grande sorriso no rosto por estarem fazendo parte desta homenagem. Muitos já aguardam ansiosos pela próxima edição no ano que vem.

O evento aconteceu no último sábado 16 de novembro.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Orquídea Negra"


Metal Catarinense: 10 bandas para se conhecer [Parte 1]Metal Catarinense
10 bandas para se conhecer [Parte 1]

Black Sabbath: linda versão de Heaven and Hell pelo Orquídea NegraBlack Sabbath
Linda versão de "Heaven and Hell" pelo Orquídea Negra


Love God's Way: grupo religioso lista bandas e artistas GayLove God's Way
Grupo religioso lista bandas e artistas "Gay"

Batismo: Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e MetalBatismo
Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal


Sobre Robson Anadom

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336