Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemO dia que os membros do Black Sabbath foram amaldiçoados por uma seita satânica

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagem"Eu não tinha ideia de quão grande o Maiden iria ficar", diz Bruce Dickinson

imagemIntegrantes do Rush relembram a época que abriram shows para o Kiss, em 1975


Tom Morello: "Meu amigo Glenn Greenwald foi agredido e sofreu insultos homofóbicos"

Por Igor Miranda
Fonte: Twitter
Em 07/11/19

O guitarrista Tom Morello (Rage Against the Machine, ex-Prophets of Rage e Audioslave) publicou, em suas redes sociais, uma mensagem de repúdio contra o jornalista brasileiro Augusto Nunes, que agrediu fisicamente o também jornalista americano Glenn Greenwald nesta quinta-feira (7). O incidente ocorreu durante o programa "Pânico", na rádio Jovem Pan.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Meu amigo e um dos jornalistas mais inteligentes, perspicazes e bravos do mundo, Glenn Greenwald, foi fisicamente atacado e submetido a insultos homofóbicos durante uma entrevista no Brasil", afirmou ele, complementando com a hashtag #AugustoNunesCovarde.

A briga entre os dois jornalistas teve início quando Glenn Greenwald, conhecido por seu trabalho no site The Intercept Brasil, resgatou uma fala anterior de Augusto Nunes em que ele criticou o fato de o americano ter adotado uma criança com o marido, o deputado David Miranda. Ele alegou que o Conselho Tutelar "deveria verificar a situação".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ele (Augusto Nunes) disse que um juiz de menores deveria investigar nossos filhos e decidir se vamos perder nossos filhos, que eles deveriam voltar para o abrigo, acusando que estamos abandonando, negligenciando os filhos. A coisa mais nojenta que vi na minha vida", disse Glenn Greenwald, ao mencionar o fato, deixando Nunes incomodado.

O brasileiro rebateu dizendo que o americano "ainda não sabe identificar ironias, um ataque bem humorado". "Eu disse apenas que o companheiro dele passa o tempo em Brasília enquanto ele trabalha com material roubado (em menção às mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil envolvendo a força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba). Aí se pergunta: quem cuida dos filhos? Era isso", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seguida, a discussão ficou mais tensa e Glenn Greenwald chamou Augusto Nunes de covarde. O jornalista brasileiro, então, revidou agredindo o rosto do americano e ambos se prepararam para uma briga física, chegando a trocar mais algumas agressões. No entanto, eles foram contidos rapidamente por outras pessoas no estúdio.

Assista:

Após o ocorrido, a rádio Jovem Pan pediu desculpas pelo ocorrido e afirmou que "a liberdade de expressão não se estende a nenhum tipo de ofensas e agressões". Pelo Twitter, Glenn Greenwald disse que Augusto Nunes iria se desculpar publicamente, mas, ao jornal "Folha de S. Paulo", o brasileiro alegou que não se arrepende "nem um pouco" do que fez e que foi agredido primeiro, verbalmente. "Os diretores e advogados da Jovem Pan nos disseram que eles e Augusto Nunes vão se desculpar publicamente e reconheceriam que o uso da força física em debates políticos é inaceitável. Mas depois Nunes disse à Folha que está orgulhoso do que fez agora", postou Glenn Greenwald.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Bruno Covas: prefeito de SP tem Pearl Jam, QOTSA, Red Hot e Rage entre mais ouvidos


Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.